O Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) no contexto de um campus universitário da Região Amazônica

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração Pública

Temas Correlatos: Administração Pública;

Acessos neste artigo: 91


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Raone Holanda Da Cruz , Ingrid Araujo Xavier Gonçalves , Marlene Valerio Dos Santos Arenas , Valmir Batista De Souza

ABSTRACT
O estudo realizado tem por objetivo analisar se um campus de uma universidade pública da Região Amazônica, por meio do seu Programa de Assistência Estudantil tem conseguido combater a evasão escolar de seus cursos como preceitua um dos principais objetivos do Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES, disposto no Decreto nº 7.234 de 19 de julho de 2010. Para a realização do estudo foi utilizado o software Microsoft Office Excel, a fim de identificar o perfil dos alunos beneficiários e as taxas de conclusão de curso dos mesmos, com base em dois documentos: O Relatório de discentes beneficiários da assistência estudantil, entre os anos de 2016 a 2020 e o Relatório de discentes evadidos que ingressaram entre os anos de 2012 a 2018. Sendo ainda, feita uma Análise de Correspondência Múltipla com uso do software R. Os resultados do estudo apontam que o Programa de Assistência Estudantil, contribui para a diminuição da evasão nos cursos do campus em estudo, principalmente nos cursos vespertinos. Verificou-se que é possível melhorias com a adoção de medidas que visem incentivar a conclusão do curso por parte dos alunos, principalmente daqueles em situação de vulnerabilidade socioeconômica, como o aumento do valor dos auxílios estudantis, e a criação de programas de suporte acadêmico profissional para esses estudantes.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário José Maxuel De Farias Ferreira 06-11-2023 23:57:09

Estudo extremamente importante para mostrar que a assistência estudantil tem correlação direta com o índice de estudantes que concluem o curso superior. Por meio dessa constatação, é possível apontar para a necessidade de ampliação de recursos públicos para essa finalidade, uma vez que é necessária uma transformação social pela educação. O resultado é uma melhora significativa na qualificação da mão de obra, com consequente combate ao desemprego e subemprego.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.