Demandas de Jovens Aprendizes: Uma Coleta a Partir da Dinâmica de Diagnóstico em Projeto de Extensão

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde Mental

Temas Correlatos: Indicadores Sociais de saúde;

Acessos neste artigo: 142


Certificado de publicação:
Certificado de Laura Lopes Xavier
Certificado de Ana Camila Martins Lodovicho

Certificado de participação:
Certificado de Ana Camila Martins Lodovicho

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Flavia Ferreira Araujo , Bruna Rodrigues Araujo , Maria Eduarda Cavalcante Quintiliano , Luca Silva E Nirschl , Thayane Dias Barreto Borges Alves Sampaio , Laura Lopes Xavier , Ketlen Caroline Souza Fonseca , Bruno Henrique Andrade , Maria Eduarda Da Silva Martins , Mariana Rizziere Silva , Thiago Julio Dos Santos , Ígor Fernando Da Silva , Ana Camila Martins Lodovicho , Ailton De Souza Aragao , Rosimar Alves Querino

ABSTRACT
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), campus Uberaba, MG na Fundação de
Ensino Técnico Intensivo (FETI) na mesma cidade, que atua com adolescentes aprendizes
visando o ingresso no mercado de trabalho. O projeto utiliza de dinâmicas de grupo sob a
perspectiva da Sociologia e da Saúde Coletiva. O presente resumo versa sobre a experiência
dos Coletivo para elaboração de diagnósticos de demandas. Objetivos: Obter, registrar e
desenvolver as demandas dos adolescentes para desenvolver as atividades de extensão com a
instituição parceira no ano de 2023. Metodologia: Primeiro foram feitas reuniões
preparatórias para as ações e foi proposto pelo orientador a realização de Dinâmicas de
Diagnóstico para suscitar os temas de interesses dos jovens e adolescentes. Cada Coletivo na
sua primeira reunião com os aprendizes realizou uma dinâmica de quebra gelo e depois a
dinâmica de diagnóstico denominada “chuva de ideias”, cada coletivo a adaptou de sua
maneira de forma a deixá-la lúdica e interessante. Na FETI o público varia de 14 a 24 anos e
cada coletivo tem de 15 a 24 pessoas. Resultados parciais: Detectou-se no total 25 temas. O
de maior interesse em todos os Coletivos foi o de Saúde Mental e outras temáticas que
possuem relação com esse assunto: cansaço, ansiedade, estresse laboral, abuso psicológico,
traumas e depressão. Considerações finais: A Extensão possibilita o reconhecimento e
reflexões acerca do mercado de trabalho e seus atravessamentos para a saúde do jovem
aprendiz, além disso fica evidente a necessidade de estratégias de promoção de saúde mental
para esse público. Desse modo, ressalta-se a importância de se refletir sobre os prejuízos
advindos da prática laboral e o quanto é necessário um cuidado nas condições trabalhistas
desses adolescentes para minimizar os efeitos sobre o processo saúde-doença. Nesse âmbito a
extensão permite entender as demandas dos jovens e compreender os desafios enfrentados por
eles.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Joseane Stahl Silveira 31-10-2023 12:58:02

Muito significativo o trabalho com jovens aprendizes. Parabéns pela iniciativa.

Foto do Usuário Sabrina Alaide Amorim Alves 27-11-2023 08:57:31

Tema muito relevante, parabéns!

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.