CLIMA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE NA CIDADE DE BRAGANÇA, ESTADO DO PARÁ, BRASIL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de Pessoas em Saúde

Temas Correlatos: Gestão de Pessoas em Saúde;

Acessos neste artigo: 84


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Gabriela Oliveira Gonçalves , Natali Regina Farias Da Costa , Carlos Andre Correa De Mattos

ABSTRACT
A gestão do sistema de saúde é uma atividade complexa, com intensa mudança tecnológicas e forte compromisso com a qualidade. Esses aspectos se refletem naturalmente nos profisionais que formam o sistema de saúde, constantemente demandados pela capacidade adaptativa e necessidade de novas competências. Associado a esses aspectos, o envelhecimento da população e as reduções nos orçamentos públicos impõem maiores desafios ao sistema de saúde que precisa oferecer mais, melhores e mais modernos serviços com menos recursos para investimentos. Nesse contexto, acompanhar o clima organizacional é estratégico para a qualidade do ambiente de trabalho e, considerando esse aspecto, este estudo tem por objetivo analisar o clima organizacional nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade de Bragança, no estado do Pará, Brasil. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo em cinco UBSs do município, que contou com a participação de 113 profissionais da saúde. Os resultados evidenciaram bom clima organizacional, recomendaram ações de melhorias quanto a remuneração e benefícios e mostraram que as dimensões Colaboração, Participação, Comunicação e Apoio Logístico são as mostram maior capacidade de contribuir para ciclos virtuosos de melhoria do clima organizacional. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.