QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO NO SETOR DE LOGÍSTICA BASEADO NO MODELO DE WALTON: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA CEARENSE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de RH

Temas Correlatos: Gestão de RH;

Acessos neste artigo: 71


Certificado de publicação:
Certificado de Maria Antonia Do Socorro Rabelo Araujo

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Maria Antonia Do Socorro Rabelo Araujo

ABSTRACT
O presente artigo propõe um estudo sobre a qualidade de vida no trabalho (QVT) objetivando compreender a realidade vivenciada pelos trabalhadores da área de logística e os desafios atuais das organizações na promoção de melhorias de vida e bem-estar dos seus colaboradores. Temos como lócus da investigação uma empresa de logística que atua em Fortaleza-Ce no qual se realizou entrevista através de um questionário estruturado com os colaboradores da empresa. Apresentando como objetivo geral analisar a percepção dos colaboradores referente a qualidade de vida no trabalho da empresa segundo o modelo de Walton. E para alcançá-lo delimitando como objetivos específicos que orientam a pesquisa serão abordados os seguintes fatores: Identificar quais ações e melhoria que empresa têm trazido no trabalho dos colaboradores. Mapear, através das respostas dos sujeitos da pesquisa, a percepção dos funcionários sobre a qualidade de vida no trabalho. Busca-se aprofundar e correlacionar os dados colhidos da pesquisa, os métodos utilizados foram pesquisa do tipo descritiva com abordagem qualitativa e na forma de estudo de caso. A partir de tais instrumentais foi possível identificar que os trabalhadores da empresa de logística apresentam um bom nível de satisfação com as condições de trabalho oferecidas pela empresa.
Palavra-chave: Recursos Humanos. Qualidade de Vida no Trabalho. Satisfação no Trabalho             

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Vera Lúcia Da Conceição Neto 29-10-2023 21:04:57

Trabalho relevante para os Estudos organizacionais. Parabéns. Minha contribuição: o artigo apresenta uma estrutura de apresentação coerente. Porém, o item 'análise dos resultados' ficou como procedimento metodológico, faz-se necessário separar esses itens. Senti falta na introdução de uma maior argumentação sobre a escolha do modelo de Walton em detrimento de outros modelos que poderiam ser mais adequados à área de logística - o que está escrito na página 9 deveria estar na introdução. Na fundamentação teórica, os autores poderiam ter descritos os indicadores dos outros modelos de QVT. Não entendi esse item 2.2 Recursos Humanos no Brasil: Uma breve explanação sobre a origem e os atuais desafios na gestão de pessoas - quais são os desafios atuais? Pois, o modelo utilizado é antigo, bem como as referências do artigo (não tem referências dos últimos 5 anos) e não se falou na gestão estratégica de pessoas. É bom rever esse item. Nas considerações finais surgiram dois objetivos que não ficaram claros na introdução. Apesar do que foi comentado, o artigo apresenta uma contribuição para a área da logística.

Foto do Usuário álaze Gabriel Do Breviário 04-12-2023 08:58:48

Araujo e Silva, Silva e Lima (2023), gostei do vosso trabalho. Bem redigido, conduzido, concluído, mas não conclusivo, como diz nas conclusões. Pesquisa aplicada qualitativa, com realização de entrevistas e aplicação de questionários. Concluída porque chegou aos resultados esperados inicialmente, respondendo às questões-problema da pesquisa, mas não conclusiva, porque não exaure o tema, o que definitivamente é impossível a nós pesquisadores meros humanos, imperfeitos, que mesmo se utilizássemos 100% de nossas faculdades mentais jamais conseguiríamos alcançar o conhecimento absoluto, que só Jeová Deus conhece plenamente sobre todos os temas.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.