Bases Fundantes das Principais Abordagens Paradigmáticas em Eo

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Teoria das Organizações

Temas Correlatos: Globalização e Internacionalização de Empresas;

Acessos neste artigo: 55


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Álaze Gabriel Do Breviário

ABSTRACT
Este artigo tem como tema os paradigmas nos Estudos Organizacionais (EO). Objetiva conhecer de perto as suas bases fundantes e a sua evolução. Para tanto, utiliza-se as metodologias: o enfoque neoperspectivista, como eixo epistemológico de investigação; o método hipotético-dedutivo, como eixo lógico de investigação; como eixo técnico de investigação, operacionaliza-se uma revisão bibliográfica, desenvolvida para uma pesquisa de mestrado, mesclando-se bibliografias clássicas e contemporâneas nos EO, algumas nacionais outras estrangeiras, tais como Morgan (1980), Willmott (2003), Chia (1998), Fligstein (2001), Donaldson (2003), Cortese (2016),  dentre outros. Conclui-se que as bases fundantes do paradigma funcionalista são empiristas, positivistas, objetivistas; as do paradigma interpretativista são idealistas, subjetivistas; as do paradigma humanista radical são materialistas, dialéticos, idealistas, subjetivistas, intersubjetivistas; as do paradigma estruturalista radical são materialistas, dialéticos, objetivistas, intersubjetivistas; os paradigmas perspectivista e neoperspectivista são simuntaneamente objetivistas, subjetivistas, intersubjetivistas, consistindo no ponto de equilíbrio paradigmático desejado nos EO.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.