A QUALIDADE DE ENSINO DA TURMA INFO 1 – A DO IFAP – CAMPUS LARANJAL DO JARI

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ensino e Pesquisa em Administração

Temas Correlatos: Administração Pública;

Acessos neste artigo: 79


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Laiane Rocha De Lima , Aldenyce Rodrigues Tertuliano , Danilo Sorato Oliveira Moreira , Lilian Lobato Do Carmo , Nadson Lima De Brito

ABSTRACT
A presente pesquisa foi realizada para contribuir para a compreensão e avaliação da qualidade percebida dos serviços educacionais em nível médio. Assim, o presente estudo tem como objetivo analisar a percepção dos discentes da turma Info 1 – A quanto à qualidade de ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (IFAP), em Laranjal do Jari, Amapá. Para tal, foram analisadas as expectativas e percepções de 28 alunos, 39,3% do sexo masculino, 46,4% do sexo feminino e 14,3% de um gênero não identificado, todos iniciantes e regularmente matriculados no ano letivo de 2023, cuja metodologia deu-se a partir de questionário eletrônico online aplicados na plataforma do Google Forms. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Meire Anchieta Ferreira 09-11-2023 11:17:45

Parabéns pela iniciativa! Trabalhos que visam a qualidade do ensino são sempre relevantes para avanço da educação no Brasil.

Foto do Usuário álaze Gabriel Do Breviário 30-11-2023 10:59:45

Tertuliano et al (2023), estou lendo aqui o resumo expandido de vocês. Seguem algum comentários sobre o mesmo: a) Quanto ao tema escolhido: a qualidade do ensino é um tema muito discutido no processo de formação de professores, de todos os níveis de ensino, em IEs públicas e privadas, escolas, faculdades, universidades, etc.. Mas esse tema continua sendo atual e relevante. b) Quanto às metodologias empregadas: pelo resumo expandido, percebe-se que foi conduzida uma pesquisa, a priori, bibliográfica e documental, revisando a literatura, mas, a posteriori, aplicou-se um questionário online, via Google Forms, a 28 discentes da Turma Info 1 – A do IFAP – Campus Laranjal do Jari. c) Quanto às conclusões obtidas: vocês disseram o seguinte: '' faixa etária entre 14 a 16 anos, com predominância feminina, a maioria vieram de escolas públicas, boa parte deles tiveram e outros não tiveram dificuldades quanto ao método de ensino ofertado pela Instituição, a maioria pretende dar continuidade dos estudos no IFAP fazendo um curso superior, os alunos julgam ser bom o método de ensino do IFAP, que os métodos utilizados pelos professores na sala de aula ajuda no aprendizado, que o ambiente da sala de aula influencia bastante também no aprendizado, a grande maioria não se sentem a vontade para fazerem perguntas por terem vergonha e a maioria não possuem renda econômica por serem estudantes e ainda dependerem financeiramente dos pais.'' Essa foi uma caracterização preliminar, resultado das 10 questões elaboradas, que, naturalmente, serviram para se conhecer bem pouco a turma. d) Sugestões de melhoria: ampliar o questionário, com mais questões, e de maior importância, tais como as que explorem as atividades escolares dos alunos, as emoções deles na realização das mesmas, a participação dos colegas e dos professores nas atividades, o apoio da família e de terceiros para a consecução das mesmas, a opinião dos alunos sobre as metodologias de ensino-aprendizagem adotadas; é preciso incentivar os alunos, tod@s, a manifestarem seus pensamentos e sentimentos sobre todos os aspectos do processo ensino-aprendizagem, valorizando assim as diferenças em sala de aula, garantindo na prática os direitos legalmente constituídos e vigentes à liberdade de expressão, o direito de ir e vir, direito de vida, igualdade, segurança, intimidade, lazer, etc.. Até mesmo essas práticas são fundamentais para se identificar e atender adequadamente alunos que possuem necessidades educacionais especiais, tais como transtornos globas do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação, transtormos mentais em geral (sejam eles os clássicos ou os específicos), deficiências (visual, auditivia, físico-motora, mental, múltipla).

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.