LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS PARÂMETROS DA EQUAÇÃO DE ANGSTRÖM-PRESCOTT DE LOCALIDADES BRASILEIRAS PARA A CONSTITUIÇÃO DE UM MÓDULO COMPUTACIONAL VOLTADO À DISPONIBILIZAÇÃO DE DADOS E ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO SOLAR INCIDENTE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agrometeorologia e Geotecnologia

Temas Correlatos: Agricultura;

Acessos neste artigo: 206


Certificado de participação:
Certificado de Vanessa Roncovsky

Certificado de publicação:
Certificado de Vanessa Roncovsky

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Jorge Luiz Moretti De Souza , Vanessa Roncovsky

ABSTRACT
Teve-se por objetivo no presente trabalho levantar e caracterizar os parâmetros “a” (linear) e “b” (angular) da equação de Angström-Prescott já calibrados para diversas localidades brasileiras, bem como constituir um módulo automático em planilha eletrônica para estimar a radiação solar incidente (Rs) e/ou insolação (n) das localidades levantadas. O estudo foi desenvolvido no Laboratório de Modelagem de Sistemas Agrícolas/DSEA/UFPR, e estruturado nas etapas: i) Levantamento dos parâmetros “a” e “b” da equação de Angström-Prescott; ii) Organização e analise dos parâmetros; e iii) Constituição do módulo automático para estimar a radiação solar incidente (Rs) e/ou a insolação (n) das localidades levantadas. Os parâmetros “a” e “b” da equação foram obtidos em pesquisas bibliográficas em artigos, dissertações e teses disponibilizados na internet. Na pesquisa realizada, além dos parâmetros, também foram levantados dados da latitude, longitude e classificação climática dos locais em que as estações climatológicas se encontram. O módulo computacional foi desenvolvido em planilha eletrônica, com auxílio da linguagem Visual Basic for Aplication (VBA). Identificaram-se 129 localidades, distribuídas por 22 estados, contendo estudos que ajustaram os parâmetros “a” e “b” da equação de Angström-Prescott. Não foram encontrados na internet trabalhos com os parâmetros ajustados para os estados de AL, RO, RR, SE e TO. O parâmetro “a” da equação apresentou valores variando entre 0,0190 e 0,5704, e o parâmetro “b” variou entre 0,0270 e 0,9490. A média dos parâmetros “a” e “b” encontrada nos trabalhos levantados foi de 0,2431 e 0,4123, respectivamente. O módulo computacional automático mostrou-se muito simples e funcional, sendo aplicável para diversas finalidades e localidades do território brasileiro.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.