Unidade de Referência Técnica (Urt) e a Difusão do Controle Biológico Conservativo de Tripes em Bananais

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Entomologia

Temas Correlatos: Entomologia;

Acessos neste artigo: 216


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Maria Luiza Tomazi Pereira , Marcelo Mendes De Haro

ABSTRACT
O controle de pragas é um desafio importante na bananicultura brasileira, sendo o tripes-da-erupção-do-fruto uma das pragas mais comuns. O uso de plantas de cobertura para incrementar o controle biológico conservativo é uma ferramenta valiosa para reduzir o ataque dos insetos em campo. Por meio de técnicas de extensão rural, a pesquisa foi realizada em uma propriedade familiar com a implantação de uma Unidade de Referência Técnica, visando familiarizar os agricultores na identificação da praga, diversificação vegetal e impacto na qualidade dos frutos. Os resultados mostraram que o treinamento melhorou a percepção dos agricultores sobre o controle biológico conservativo e a diversificação vegetal, resultando em frutos de melhor qualidade pós-colheita.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Juracy Caldeira Lins Junior 16-06-2023 11:07:07

O agricultor brasileiro precisa conhecer os enormes benefícios da diversificação da paisagem nos cultivos comerciais. Maior oferta de recursos alimentares e fontes abrigo atraem maior quantidade de insetos benéficos que atuam na regulação da população das pragas. Bom pro meio ambiente, bom pro agricultor e bom também para os consumidores. Além disso, o cultivo diversificado fica muito mais bonito. Parabéns pelo trabalho.

Foto do Usuário Paulo Antonio De Souza Gonçalves 19-06-2023 10:27:52

Parabéns pelo trabalho!! O sistema de plantio direto como estratégia de diversificação vegetal e auxiliar no manejo fitossanitário é interessante para multiplicar entre os agricultores catarinenses.

Parabéns pelo trabalho! É muito importante orientar produtores a manter plantas-banqueiras na área de cultivo, ainda mais se o mesmo já estiver fazendo uso de inimigos naturais.

Parabéns pelo trabalho! São informações valiosas, as quais podem ser úteis tanto em tomadas de decisão (se há a necessidade de realizar o controle da praga ou não, sob condições de pluviosidade ideais) bem como para o planejamento de rotações de cultura, de forma a reduzir a população latente da praga na área.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.