PRINCIPAIS CEFALEIAS NO BRASIL: IDENTIFICAÇÃO, DISTINÇÃO E MANEJO COM FOCO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA DE SAÚDE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Temas Correlatos: Economia da Saúde e Politicas Públicas da Saúde;

Acessos neste artigo: 285


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Priscila Do Valle Silva Ribeiro , Gabriela Souza Carvalho , José Carlos Rodrigues Duarte

ABSTRACT
Cefaleia é um sintoma comum no atendimento à atenção primária de saúde. Porém, a distinção entre os tipos de cefaleia, o atendimento de paciente com foco voltado à identificação das principais classificações e as condutas terapêuticas de cada um dos seus tipos e subtipos não são compreendidos de maneira prática, ampla e objetiva pelos profissionais de saúde da atenção básica. Esse cenário contribui para que a atenção secundária, por exemplo, receba um maior número de encaminhamentos, desencadeando uma superlotação do sistema. Especialidades médicas, como neurologia, psiquiatria, gastrologia e neurocirurgia, desse modo, passam a atender casos de saúde que poderiam ser resolvidos na atenção primária caso esta apresentasse um entendimento mais aprofundado sobre os tipos de cefaleia. Portanto, o objetivo deste estudo é revisar, resumir e direcionar os profissionais, principalmente aqueles que atuam na atenção primária de saúde em relação à classificação de cefaleia Migrânea, cefaleia Tensional e cefaleia Em Salvas de acordo com o Global Burden of Disease Study 2010 (GBD2010). 

Descritores: Cefaleia; Atenção Primária à Saúde; Cefaleia do Tipo Tensional.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.