artigos
Convibra Conference - COMPARAÇÃO DA EMISSÃO DE GÁS CARBÔNICO ENTRE VEÍCULOS ELÉTRICOS E VEÍCULOS A COMBUSTÃO NO BRASIL E ESTADOS UNIDOS
COMPARAÇÃO DA EMISSÃO DE GÁS CARBÔNICO ENTRE VEÍCULOS ELÉTRICOS E VEÍCULOS A COMBUSTÃO NO BRASIL E ESTADOS UNIDOS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração Ambiental

Temas Correlatos: Terceiro Setor e Responsabilidade Social;

Acessos neste artigo: 15


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Lucas Mestres De Araújo , Fernando César Almada Santos

ABSTRACT
Os Veículos Elétricos (VE) são frequentemente colocados como uma maneira de reduzir as emissões de gás carbônico no setor de transportes. Por isso, esse estudo buscou quantificar e comparar as emissões de CO2 durante a fabricação e uso dos mesmos. Em relação ao processo de fabricação concluiu-se que veículos elétricos emitem 60% mais CO2 do que Veículos a Combustão Interna (VCI). Isso se deve, principalmente, ao fato dos VE serem mais pesados. Quando verificamos as emissões durante o uso, observa-se uma grande diferença nas emissões de VE em diferentes localidades, devido ao impacto da matriz energética dos países na emissão de CO2. Por exemplo, no Brasil os VE emitem 87% menos CO2 durante o uso em comparação aos EUA. Combinando as emissões de CO2 durante a fabricação e uso, conclui-se que VE tem bom potencial para reduzi-las.  Um carro VCI a gasolina no Brasil, em 37 mil Km, emite a mesma quantidade de CO2 comparado com um veículo elétrico durante a produção e uso, já nos estados unidos o valor se equipara em 43 mil Km. Para o etanol a emissões se comparam em 152 mil Km no Brasil, mas nos EUA eles não se equiparam. Isso também demonstra o potencial de redução de CO2 que os veículos a etanol podem proporcionar no curto prazo.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.