Análise do Risco de Lesão Musculoesquelética Relacionado Ao Modelo de Vestimenta de Proteção Radiológica em Procedimentos Intervencionistas na Hemodinâmica

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde

Temas Correlatos: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde;

Acessos neste artigo: 351


Certificado de publicação:
Certificado de Otavio Bitencourt De Freitas

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Otavio Bitencourt De Freitas , Leandro Garcias , Juliana Almeida Coelho De Melo , Regiana Santos Artismo , Carolina Neis Machado

ABSTRACT
Introdução: Os problemas musculoesqueléticos ocupam o primeiro lugar de afastamentos no Brasil. Os trabalhadores do setor da saúde possuem uma taxa alta de lesões, predominando as lesões musculoesqueléticas. É obrigatório o uso das vestimentas de proteção no ambiente radiológico, sua composição de chumbo, pode, principalmente pelo seu peso, contribuir para problemas musculoesqueléticos. Objetivo: O objetivo do estudo é verificar a possibilidade da ocorrência de lesões musculoesqueléticas, relacionadas com o tipo de vestimentas de proteção radiológica em trabalhadores paramentados do setor de hemodinâmica. Método: Trata-se de uma pesquisa de campo quantitativa, de caráter descritivo e exploratório. Para a obtenção dos dados foram utilizados uma ficha de caracterização e o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares (QNSO). Para análise estatística, foi realizado a distribuição de frequências e medidas de associação (odds ratio). Resultados: A prevalência de indivíduos com sintomas osteomusculares foi alta, principalmente com relação ao uso do avental e o colete para região dos ombros e das costas. Considerações finais: Existe uma forte relação do uso do avental de chumbo com lesões musculoesqueléticas. A utilização do colete como vestimenta de proteção radiológica, também representou chance de problemas musculoesqueléticos, principalmente para as regiões do pescoço e das costas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.