artigos
Convibra Conference - PSICOTERAPIA ANALÍTICA FUNCIONAL (FAP) COMO MÉTODO INTERVENTIVO NO TRANSTORNO DE FOBIA ESPECÍFICA/SIMPLES
PSICOTERAPIA ANALÍTICA FUNCIONAL (FAP) COMO MÉTODO INTERVENTIVO NO TRANSTORNO DE FOBIA ESPECÍFICA/SIMPLES

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde Mental

Temas Correlatos: Saúde Mental;

Acessos neste artigo: 40


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Maria Vitória Vasconcelos

ABSTRACT
Este escrito é desenvolvido para apresentar a viabilidade da intervenção terapêutica no transtorno de fobia especifica através da Psicoterapia Analítica Funcional (FAP). Refere-se à uma psicoterapia comportamental relacionada às possibilidades de identificar os comportamentos problemas apresentados no cotidiano do indivíduo, e assim construir diante da relação terapeuta-cliente repertórios mais eficientes. O transtorno de fobia específica/simples é um transtorno de ansiedade descrito por medo excessivo de objetos ou situações específicas. Conclui-se que por meio da aplicação da FAP diante do relacionamento entre terapeuta-cliente, o paciente desenvolverá possíveis repertórios comportamentais para lidar novamente em seu cotidiano com situações fóbicas. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.