Conjuntura interna e a performance dos países nas Cadeias Globais de Valor

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Globalização e Internacionalização de Empresas

Acessos neste artigo: 386


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Carolina Rodrigues Corrêa Ferreira , Victor Ramon Oliveira Moraes

ABSTRACT
Em virtude do notável e rápido crescimento dos fluxos de comércio internacional de bens intermediários, advindo da fragmentação produtiva, faz-se necessário que se compreenda os impactos e as potencialidades da inserção dos países nas Cadeias Globais de valor, bem como as características domésticas que permitem uma maior agregação de valor nesse cenário. Assim sendo, o presente trabalho tem como objetivo avaliar quais variáveis são determinantes para uma maior captação de valor adicionado doméstico nas exportações de bens manufaturados. Para tanto, estimou-se uma regressão não linear com dados em painel através do Poisson Pseudo Maximum Likehood (PPML). Os resultados apontam que países que buscam uma maior agregação de valor em suas exportações devem apresentar maior liberdade comercial, manter uma atmosfera favorável para a captação de investimentos estrangeiros (IDE), eficiência em infraestrutura logística e liberdade no ambiente de negócios.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.