Mineração de Dados em Depoimentos de Mulheres Vítimas de Violência Doméstica no Ceará

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde da Mulher

Temas Correlatos: Gestão de serviços de saúde;

Acessos neste artigo: 197


Certificado de publicação:
Certificado de Wellington Sousa Aguiar

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Natália Bessa Almeida , Wellington Sousa Aguiar , Carolina Arrais Montenegro Da Rocha , Christiane Do Vale Leitão , Lorena Pereira Da Ponte Pierre , Cássio Pinheiro De Oliveira , Henrique Nogueira Da Gama Mota

ABSTRACT
A violência contra a mulher é um problema de saúde pública em todo o mundo. Este crime  ocorre basicamente devido às concepções conservadoras machistas, hierarquizadas que são alimentadas pela forma como a sociedade foi e é educada. As tecnologias modernas como a Mineração de Dados, é capaz de aprofundar os estudos em diversas áreas e gerar conhecimentos para a análise e o desenvolvimento de soluções. O objetivo deste trabalho é utilizar o Data Mining (Mineração de Dados) em depoimentos reais de mulheres vítimas de violência no Ceará, para coletar dados, tratá-los e processá-los para obter conhecimento estratégico, utilizado para mostrar a dimensão do problema da violência contra a mulher e mostrar que a tecnologia pode ser uma grande aliada na Gestão da Saúde e Segurança Pública. Esta pesquisa tem uma abordagem quantitativa, bibliográfica e experimental, pois faz uso de dados estatísticos, gerados após as coletas para gerar conhecimento sobre o tema estudado. Baseado nos resultados coletados nos depoimentos destas mulheres, observamos que não há um equilíbrio entre as palavras negativas e positivas. A quantidade de palavras negativas é superior a quantidade de positivas, sendo assim, 86% de palavras negativas, remetem diretamente a sentimentos ruins, aos problemas vividos nos relacionamentos e a frequência destes e 14% de palavras positivas, são relacionadas ao desejo de ter a ''Liberdade'', onde a motivação era a vontade de voltar a estudar, trabalhar e principalmente se sentir segura. Concluindo, a pesquisa mostra que a violência contra a mulher ainda recebe pouca atenção das políticas públicas que envolvem a proteção a mulher e ainda há uma falta de informação sobre o assunto, fazendo com que muitas mulheres não compreendam a gravidade da situação a que foram submetidas, mesmo sendo um problema recorrente no nosso país.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.