artigos
Convibra Conference - MAPEAMENTO DA COBERTURA DO SOLO E QUALIDADE DE PASTAGEM NO ESTADO DE GOIÁS E DISTRITO FEDERAL COM USO DE SENSORIAMENTO REMOTO
MAPEAMENTO DA COBERTURA DO SOLO E QUALIDADE DE PASTAGEM NO ESTADO DE GOIÁS E DISTRITO FEDERAL COM USO DE SENSORIAMENTO REMOTO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Geotecnologia

Temas Correlatos: Geotecnologia;

Acessos neste artigo: 10


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Sérvio Túlio Pereira Justino

ABSTRACT
O Cerrado brasileiro é considerado o segundo maior bioma da América do Sul. Atualmente mais da metade da cobertura original do Cerrado sofreu alguma ação antrópica, devido ao avanço desordenado da agricultura e pastagem. Diante de todas as variações que vem ocorrendo no bioma Cerrado, houve a necessidade de estudar o estado de Goiás e Distrito Federal, por estar inserido no bioma, e também por ser um dos estados brasileiros com maior produção agropecuária. O objetivo foi avaliar as mudanças do uso e ocupação do solo no estado de Goiás e Distrito Federal causadas pelas atividades agropecuárias entre os anos de 1990 a 2020, e mapear a qualidade de pastagem entre os anos 2000 a 2020. Com base nas imagens fornecidos pela plataforma online MapBiomas, foram avaliadas as mudanças no uso e ocupação do solo, a qualidade de pastagem e a quantidade de área queimada. Os resultados indicam que em 1990, o bioma Cerrado era coberto principalmente por Cerrado strictu sensu (23,07%) e áreas de agricultura e pastagem (57,68%). No ano 2000 as áreas de pastagens com degradação moderada apresentou o maior percentual com 42%. Dentre todas os anos analisados o ano de 2010 se destacou com a maior quantidade de área queimada com 1.209.541 ha. O bioma Cerrado está sob crescente pressão antrópica, principalmente pelo avanço desordenado da agricultura e pastagem. Em relação a qualidade de pastagem, verificou-se uma diminuição das áreas de pastagem com degradação severa, e um aumento significativo nas áreas de pastagens sem degradação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.