artigos
Convibra Conference - Recuperação de Microrganismos em Sementes de Soja Tratadas com Osmoprotetores
Recuperação de Microrganismos em Sementes de Soja Tratadas com Osmoprotetores

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Microbiologia

Temas Correlatos: Agricultura;

Acessos neste artigo: 1


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Caio Souza Pereira Camacho , Amanda Regina Martins Duarte Melo , Gelson Matheus Da Silva Araujo , Daniela Tiago Da Silva Campos

ABSTRACT
        A pré-inoculação é um processo que realiza a inoculação diretamente na semente horas e até dias antes da semeadura. Visa-se com isso maior maleabilidade ao agricultor, o qual passa a ter uma etapa a menos no cultivo de diversas culturas, dentre elas, a soja – leguminosa cuja característica principal é a possibilidade de apresentar nódulos, órgãos que formam-se nas raízes e que garantem Nitrogênio à planta. 
	Apesar da pré-inoculação não se tratar de uma novidade, há vários indícios que apontam que o processo é comumente falho. Isso se deve aos osmoprotetores, substâncias que procuram defender a bactéria do defensivo agrícola, não garantirem suficiente proteção. Logo, o objetivo do presente trabalho é encontrar um osmoprotetor que garanta a dosagem bacteriana próxima ao do inoculante.
        As sementes de soja da cultivar Intacta RR2PRO foram tratadas com o defensivo agrícola Standak TOP e cinco osmoprotetores – ácido glutâmico, maltose, sacarose, Ingrow e Liquid Carbon. As inoculações foram feitas após 0, 4, 8 e 24 horas. Ademais, o inoculante utilizado contém a bactéria Bradyrhizobium japonicum Semias 5079 e 5080. 
        Dentre os dados obtidos, pode-se citar que o tratamento com sacarose foi o que melhor apresentou resultados por UFC nas duas últimas contagens (8 e 24 horas), respectivamente – 1,3x10^7 e 1,1x10^6. Já nos tempos de 0 e 4 horas o tratamento com Ingrow apresentou melhores valores, sendo eles 5,8x10^6 e 2,7x10^6.
        Constata-se que nenhum dos osmoprotetores garantiram a proteção devida à bactéria, tornando necessário mais estudos de diferentes protetores celular com respectivas proporções.  

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.