artigos
Convibra Conference - CAPACIDADE DE USO DAS TERRAS PRETAS ARQUEOLÓGICAS DA AMAZÔNIA
CAPACIDADE DE USO DAS TERRAS PRETAS ARQUEOLÓGICAS DA AMAZÔNIA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ciências do solo

Temas Correlatos: Agricultura;

Acessos neste artigo: 9


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Indianara Cazuza Do Nascimento , Stella Cristiani Gonçalves Matoso

ABSTRACT
As Terras Pretas Arqueológicas (TPAs) são manchas de solo que ocorrem na região Amazônica, caracterizadas pelo alto teor de carbono orgânico e elevada fertilidade em comparação aos solos adjacentes. Estas terras vêm sendo consideradas modelo de uso agrícola sustentável. Como ainda não se tem consenso sobre a origem e o processo de formação desses solos, a preservação dos sítios de TPAs é de fundamental importância. Assim, objetivou-se classificar a aptidão agrícola de sítios de TPA, a fim de dar subsídios para possíveis medidas conservacionistas dessas áreas. Utilizamos a metodologia “Recomendações para o uso sustentável da terra” para vinte sítios de TPAs. Constatamos que em níveis tecnológicos com aplicação de insumos externos e alto investimento de capital as TPAs possuem de moderada a nenhuma restrição de uso do solo. Quando há pouca aplicação de insumos externos, o nível de restrição de uso do solo aumenta, podendo chegar a classes inaptas ou restritas ao uso agrícola.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.