artigos
Convibra Conference - RESPOSTA DO EFEITO RESIDUAL DA CALAGEM EM DUAS VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR NO BREJO PARAIBANO
RESPOSTA DO EFEITO RESIDUAL DA CALAGEM EM DUAS VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR NO BREJO PARAIBANO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Temas Correlatos: Agricultura;

Acessos neste artigo: 17


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Tamiris Luana Da Silva , Wellington Dos Santos Junior , João Antônio De Oliveira Silva , Elilson Gomes De Brito Filho , Lucas De Almeida Alves Araruna

ABSTRACT
A cana-de-açúcar (Saccharum spp L.) é cultivada em diversas regiões do Brasil, tendo grande participação no desenvolvimento econômico de algumas cidades. Ademais, um bom preparo do solo é um fator importante para se obter bons resultados produtivos. A calagem eleva o pH, neutraliza o Al3+ tóxico e adiciona Ca2+ e Mg2+, desta forma, proporciona condições favoráveis para o crescimento do sistema radicular da cultura e absorção de água e nutrientes pelas plantas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a altura média de plantas de duas variedades de cana-de-açúcar VAT90-212 e RB041443 em resposta do efeito residual calagem. O experimento foi realizado na Fazenda experimental Chã-de-Jardim, pertencente ao Centro de Ciências Agrárias – CCA, Campus II, no município de Areia-PB. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados (DBC) contendo 4 tratamentos com e sem aplicação de calcário (T1- VAT90-212 CC, T2- RB041443 CC) sendo 4 parcelas subdividas (2x2) em 4 repetições. A partir dos resultados podemos concluir que o efeito residual da calagem proporcionou um aumento na altura das plantas, sendo significativo na variedade VAT 90-212.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.