artigos
Convibra Conference - MASSA E NITROGÊNIO DA PARTE AÉREA DA SOJA SUBMETIDA A PRÉ-INOCULAÇÃO COM Bradyrhizobium E SOLUBILZADORES DE FOSFATO
MASSA E NITROGÊNIO DA PARTE AÉREA DA SOJA SUBMETIDA A PRÉ-INOCULAÇÃO COM Bradyrhizobium E SOLUBILZADORES DE FOSFATO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Microbiologia

Temas Correlatos: Agricultura;

Acessos neste artigo: 1


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Eduardo De Souza , Lucas Smaha Grando , Luiz Eugênio Concari , Caio De Lima , Sonia Purin Da Cruz

ABSTRACT
A utilização da pré-inoculação de sementes de soja com Bradyrhizobium já é uma técnica consolidada pelos produtores rurais, entretanto não há estudos descritos na literatura a respeito da associação com solubilizadores de fosfato e seus efeitos sobre a nutrição da soja. Desta maneira, o presente estudo teve como objetivo avaliar dois microrganismos solubilizadores de fosfatos associados a Bradyrhizobium em pré-semeadura em condições de campo, com ênfase em avaliações de massa da parte aérea e nitrogênio. Conduziu-se o experimento em parceria com a empresa Rizobacter do Brasil em Curitibanos – SC. O experimento foi realizado em um delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos avaliados foram: T1 – Testemunha; T2:  Bradyrhizobium em pré-inoculação de 10 dias; T3: Bradyrhizobium em pré-inoculação de 10 dias + Solubilizador de fosfato T4: Bradyrhizobium em pré-inoculação de 10 dias + Solubilizador de fosfato + Rizoderma. Em R2 foi avaliado a massa da parte aérea fresca e seca, gramas de nitrogênio por kg, porcentagem de nitrogênio, porcentagem de proteína e nitrogênio acumulado por planta. Os dados foram submetidos a ANOVA. Os resultados apresentam que não houve efeito entre os tratamentos em nenhuma das variáveis avaliadas. Contudo, vale ressaltar a importância da associação desses microrganismos, visto que pode-se encontrar resultados positivos nas futuras análises de produtividade, como já reportado em outros trabalhos de pesquisa.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.