artigos
Convibra Conference - PRODUÇÃO DE TOMATE-CEREJA CULTIVADO COM DIFERENTES ADUBOS ORGÂNICOS EM SISTEMA AGROFLORESTAL
PRODUÇÃO DE TOMATE-CEREJA CULTIVADO COM DIFERENTES ADUBOS ORGÂNICOS EM SISTEMA AGROFLORESTAL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Temas Correlatos: Sustentabilidade ambiental;

Acessos neste artigo: 4


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Samara De Assis Carneiro , Gabriela De Araújo Costa , Adeildo José De Souza , Clívia Eduarda Da Silva , Gualter Guenther Costa Da Silva

ABSTRACT
O tomateiro representa uma das mais importantes culturas agrícolas, sendo uma das hortaliças
mais cultivadas e consumidas no Brasil e no mundo, contudo, a maioria da produção de
tomate ainda advém da agricultura convencional, que se utiliza essencialmente de práticas
prejudiciais ao meio ambiente, como a aplicação de excessivas quantidades de fertilizantes
químicos. Por esta razão, sistemas de produção de base agroecológica têm sido utilizados
como forma de mitigar os danos decorrentes da produção convencional de alimentos, entre
eles, os Sistemas Agroflorestais (SAF’s). Adicionalmente, é necessário explorar formas
alternativas de adubação adaptadas ao cultivo de tomateiro nesse sistema. Com esse intuito, o
presente trabalho tem como objetivo avaliar a produção do tomateiro cereja var. Carolina
quando cultivado com diferentes adubos orgânicos em dois SAF’s. O experimento foi
montado em delineamento em blocos casualizados, em esquema fatorial 2x5, constituído por
dois SAF’s (com e sem cobertura morta do solo) e cinco tipos de adubos orgânicos
(composto, esterco bovino, esterco ovino, esterco de galinha e sem adubo). Os dados foram
submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de
probabilidade. Os resultados mostraram que a produtividade total variou de 3.129,4 kg.ha-1 a
7.820,0 kg.ha-1 com maiores valores para os tratamentos com esterco bovino; a cobertura
morta do solo incrementou a produção dos tomateiros de todos os tratamentos do SAF+, com
destaque para os que não receberam adubação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.