artigos
Convibra Conference - Conformidade Ocupacional no Baldeio de Madeira em Florestas Plantadas de Eucalyptus
Conformidade Ocupacional no Baldeio de Madeira em Florestas Plantadas de Eucalyptus

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agronegócios

Temas Correlatos: Agronegócios;

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Paloma Trevisan Pandolfo , Roldão Carlos Andrade Lima , Rafaele Almeida Munis , Ricardo Hideaki Miyajima , Danilo Simões

ABSTRACT
A colheita de madeira engloba as atividades de corte e extração da madeira, por meio da utilização de máquinas florestais autopropelidas com tecnologia embarcada. Por se tratar de uma operação realizada diretamente em florestas plantadas, é necessário o deslocamento diário dos trabalhadores para laborar nessas áreas, os quais desempenham as funções de gestores, operadores e mecânicos de máquinas florestais autopropelidas. Nos locais de realização de extração em forma de baldeio, os módulos de colheita possuem uma estrutura simplificada, a qual recebe o nome de área de vivência. Sendo assim, tais áreas possuem estruturas de apoio para descanso, refeição e realização das necessidades fisiológicas. Diante deste cenário o objetivo foi avaliar se as atividades de baldeio de madeira estavam em conformidade com as normas ocupacionais para fins trabalhistas. A pesquisa avaliou duas áreas de vivência as quais realizavam o baldeio da madeira de Eucalyptus spp. localizadas no estado do Pará, uma no período de 24 horas com três turnos de 8 horas e a outra somente durante o dia, em um turno de 8 horas respectivamente. Foi realizado um comparativo entre as áreas de vivência avaliadas, com a Norma Regulamentora NR-31 vigente no país. Assim, foi possível concluir que as áreas avaliadas estavam em conformidade com as normas ocupacionais vigentes.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Valier Augusto Sasso Junior 08-06-2022 15:08:20

Achei muito pertinente o resumo e bem redigido. Parabéns a vocês!! Nos tempos atuais, trabalhos com vistas à preocupação quanto a saúde dos operarios. Sugiro continuarem com essas pesquisas, inclusive, tratando pontos como ergonomia durante as atividades realizadas, a fim de alcançar o conhecimento dos operadores quanto a seus direitos no campo. Nesse sentido, de que forma pode ser direcionado essas informações importante para sua segurança nas atividades de campo? Para a empresa que não siga essas normas, há alguma consequencia ou penalidade?

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.