artigos
Convibra Conference - ESTACIONALIDADE DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DAS PASTAGENS UTILIZADAS NA PECUÁRIA LEITEIRA EM SANTA CATARINA
ESTACIONALIDADE DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DAS PASTAGENS UTILIZADAS NA PECUÁRIA LEITEIRA EM SANTA CATARINA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Fitotecnia

Temas Correlatos: Fitotecnia;

Acessos neste artigo: 61


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Fabiana Schmidt

ABSTRACT
O objetivo desse estudo foi avaliar as respostas produtivas, nutricionais e bromatológicas, ao longo do ano, das principais pastagens estabelecidas em propriedades leiteiras de SC. As coletas das amostras ocorreram em 25 propriedades localizadas em 8 regiões fisiográficas de SC durante 2 anos (2018 e 2019). As unidades experimentais amostradas foram piquetes de tifton 85 e missioneira gigante (SCS315 Catarina Gigante) consorciadas com leguminosas ou sobressemeadas com pastagens de inverno. As maiores produções médias de massa seca das pastagens de tifton 85 ocorreram no período do outono, inverno  e primavera de 2018 devido ao efeito da sobressemeadura com aveias e azevéns.  A missioneira gigante apresentou as mais altas produções médias quando em cultivo exclusivo e ocorreram no verão de 2019. O conhecimento do valor nutricional de cada pastagem se mostrou importante para planejar a demanda alimentar das vacas leiteiras ao longo do ano pois a composição bromatológica diferiu entre as pastagens no inverno, sendo o tifton sobressemeado com aveias e azevém com melhor valor nutricional. A composição de nutrientes diferiu entre as pastagens e ao longo do ano.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.