artigos
Convibra Conference - Síndrome de Burnout em Tempos de Pandemia: Um Estudo com Servidores Públicos em Uma Instituição de Ensino
Síndrome de Burnout em Tempos de Pandemia: Um Estudo com Servidores Públicos em Uma Instituição de Ensino

DOCUMENTAÇÃO

Tema: saúde e segurança do funcionário

Temas Correlatos: saúde e segurança do funcionário;

Acessos neste artigo: 75


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Sabrina Guimarães De Vargas , Ana Maria Heinrichs Maciel , Luciana Flores Battistella , Taiani Corrêa Da Costa , Diogo Coelho Moreira , Gabriel Adolfo Garcia

ABSTRACT
A Síndrome de Burnout resulta do estresse prolongado, do excesso de tarefas e do compromisso eficaz no trabalho. Com a pandemia da Covid 19, as configurações de trabalho mudaram e o setor público não foi diferente, exigindo-se mais do trabalhador para atender atividades pessoais e profissionais. O presente estudo teve como objetivo analisar indícios da Síndrome de Burnout entre os servidores do IFFar. Possui abordagem quantitativa e descritiva, utilizando-se de uma survey para realização. A coleta de dados ocorreu de forma online e foi aplicada a servidores públicos do IFFar. Para avaliar o nível quantitativo da Síndrome de Burnout nos servidores utilizou-se a escala de Maslach Burnout Inventory- General Survey (MBI-GS), com auxílio do software Statistical Package for the Social Sciences. Os resultados evidenciaram índice moderado para Burnout. Os desvios padrões apresentados são considerados elevados, alertando a necessidade de intervenção da instituição, em virtude da flutuação, pois índices moderados podem elevar-se. Sugere-se que a gestão adote um diagnóstico institucional para identificar os agentes estressores, além de políticas de qualidade de vida para minimizar os índices de Burnout, que apesar de moderado pode ser gerido pela Instituição, proporcionando ferramentas para que o entusiasmo pelo trabalho não seja perdido.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.