artigos
Convibra Conference - Processo de Produção do Matadouro Municipal em Um Cidade da Região Norte do Piauí: Adequando À Legislação em Vigor.
Processo de Produção do Matadouro Municipal em Um Cidade da Região Norte do Piauí: Adequando À Legislação em Vigor.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agronegócios

Temas Correlatos: Administração Pública;

Acessos neste artigo: 5


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Ronielle Medeiros Rocha , Fernando De Sousa Andrade Filho , Miguel Da Silva Leão , Silvia Piva Rosal De Morais , Aline Kárem Santos Carvalho

ABSTRACT
As organizações que atuam no setor produtivo visam, cada vez mais, às melhores decisões para aperfeiçoar estrategicamente seus processos de produção, no que diz respeito a todos os setores e atividades integradas a ela, objetivando entregar ao consumidor final maior qualidade e pacote de valor ao produto. A etapa de um processo de produção deve ser minuciosamente adequada à atividade do setor, em algumas situações seguindo padrões da legislação em vigor, como o caso do presente trabalho, no qual atuará no setor de carne bovina no abatedouro/matadouro, com o propósito da adequação às legislações de regulamentação estadual e municipal, procurando aplicar novas técnicas utilizadas no processo de abate. Com isso, o artigo procura adequar às melhorias no processo de abate de animais no matadouro municipal de Piripiri, no estado do Piauí. O presente trabalho pautou-se em uma abordagem de cunho qualitativo utilizando artigos já publicados e documentos das legislações vigentes, sobre o devido tema. Durante o período de estudo, foram analisadas as etapas do procedimento de abate através de observação direta intensiva, sendo que, foi necessário realizar uma investigação que salientasse qual o melhor sistema de produção dentro das adequações legais. Os resultados obtidos evidenciam que há necessidade de melhoria nas etapas do matadouro, por atualmente não estarem atendendo as legislações em vigor.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.