artigos
Convibra Conference - INOVAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E OS SEUS EFEITOS NO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIROS EM EMPRESAS BRASILEIRAS
INOVAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E OS SEUS EFEITOS NO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIROS EM EMPRESAS BRASILEIRAS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Temas Correlatos: Contabilidade;

Acessos neste artigo: 70


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Danielle Maria Porto Gurgel , Carlos Adriano Santos Gomes Gordiano

ABSTRACT
Considerando o contexto de alinhamento entre inovação, sustentabilidade e desempenho econômico-financeiro este estudo objetiva investigar o desempenho econômico-financeiro das empresas reconhecidas como inovadoras e sustentáveis de forma persistente, em comparação às demais empresas reconhecidas como inovadoras, porém não persistentes. A pesquisa de caráter descritiva, documental e quantitativa tem como objeto as 43 empresas ranqueadas no Prêmio Valor Inovação Brasil (PVIB) e listadas no ISE (B3) entre 2016 e 2019 sendo 16 persistentes em inovação e sustentabilidade e 8 inovadoras não persistentes cujos indicadores de desempenho ROE, ROA, EBITDA, Lucro por Ação (LPA), Margem Líquida (MC), Liquidez Corrente (LC), e Fluxo de Caixa Operacional (FCO) foram comprados com a variável sustentabilidade definida por meio de uma dummy, das empresas que compõem o ISE e na inovação daquelas listadas no Prêmio Valor Inovação Brasil. O estudo apoiou-se em estatísticas descritivas e teste não paramétrico de Mann-Whitney e os resultados indicaram que nos indicadores LPA, ROE, ROA e Margem Líquida as empresas listadas no Prêmio Valor Inovação Brasil e no ISE de forma persistente apresentaram melhor desempenho econômico-financeiro que as empresas listadas no Prêmio Valor Inovação Brasil de forma não persistente e para os indicadores margem EBITDA, % de conversão de EBITDA em FCO e Liquidez Corrente não foi constatado que estes indicadores são diferentes entre os grupos de empresas inovadoras e sustentáveis persistentes e das empresas inovadoras não persistentes. O estudo apresenta como contribuição a revelação de que a variável persistência no processo de inovação é determinante no alcance de melhores indicadores econômico, tais como, LPA, ROE, ROA e ML, revelando que essas empresas possuem maior vantagem competitiva que as demais.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Alexandre M G Almeida 28-10-2021 13:07:16

Estudo muito bem articulado apresentando excelência consistência de dados. Facilita entendimento ao constructo inovação e demonstra de forma clara os devidos efeitos no desempenho-econômico e financeiro.

Foto do Usuário Alexander Dos Santos 01-11-2021 18:12:36

Primeiramente quero parabenizar ao grupo pelo excelente trabalho, achei o trabalho bem objetivo e claro nas ideias, bem estruturado com consistência. Um dado me chamou atenção que é o indicador de Margem EBITDA que foi o único maior dentre os listados para empresas não persistentes, vocês poderiam me falar o que essa margem pode impactar para as decisões futuras? Essa margem pode afetar negativamente as empresas persistentes por apresentar uma margem menor que as não persistentes?

Excelente trabalho, trouxe ao debate um novo foco das empresas, um tema atual e estruturou muito bem.

Foto do Usuário Thalia Ellen Souza Gomes 30-11-2021 10:01:55

Considerando que o objetivo é ''...investigar o desempenho econômico-financeiro das empresas reconhecidas como inovadoras e sustentáveis de forma persistente, em comparação às demais empresas reconhecidas como inovadoras não persistentes'', faria mais sentido incluir no objetivo comparar as empresas inovadoras e sustentáveis de forma persistente com as empresas inovadoras e sustentáveis não persistentes, concorda? Com isso, evitaria que o objetivo fique desconexo com o referencial e análise. Senti falta de contextualização do pq escolheram analisar ''persistentes'' com ''não persistentes'' em vez de analisar todas as empresas que se destacaram em inovação com as empresas que não se destacaram (não foram listadas no Prêmio Valor Inovação Brasil). Por fim, senti falta de discussão sobre os resultados, que também não foram interligados com referenciais e focaram principalmente em descrições estatísticas. No geral, gostei do artigo e achei o assunto pertinente, parabéns pelo trabalho!

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.