artigos
Convibra Conference - Criação de oficina de Arte no Lugar de Vida
Criação de oficina de Arte no Lugar de Vida

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Formação e trabalho de profissionais da infância

Acessos neste artigo: 103


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Luisa Torkomian De Campos , Maria Eugênia Pesaro

ABSTRACT
Apresenta-se um relato de estágio formativo no Lugar de Vida – Centro de Educação Terapêutica a eixos teóricos relacionados à arte educação, psicanálise e educação terapêutica. Descreve-se a criação de uma oficina de artes visuais e música, recortando acontecimentos e atuações com ênfase nas produções plásticas e cênicas. A educação terapêutica na prática, assim como a formação de estagiários, conta com a diversidade de ações realizadas pelos profissionais atuantes na instituição. Educadores, psicanalistas, coordenadores de ateliês, médicos e fonoaudiólogas articulam diversas linguagens, configurando dispositivos de tratamento igualmente diversos. Graças a essa característica, as artes ganharam espaço na instituição, assim como o desejo do estagiário em seu processo formativo, contribuindo como um recurso de tratamento e produzindo efeitos terapêuticos para diferentes crianças. O silêncio, a escuta, a experimentação e a criação foram ferramentas primordiais para iniciar um projeto artístico que valorizasse a singularidade de cada criança e a criação de laços entre elas. O lugar de uma arte educadora e estagiária dentro da instituição se deu a partir de um saber não todo e, nessa brecha, crianças e profissionais puderam experimentar e descobrir possibilidades e potências. Assim, um certo saber sobre a arte, aliado a um saber não-todo sobre a infância, podem contribuir com a sustentação de uma rede de linguagem para as crianças que se encontram dela apartadas (da arte gráfica, da arte teatral, da pintura, da escultura, da música). A formação percorrida para a atuação do profissional na infância, pautada na ética da psicanálise e nas práticas da Educação Terapêutica, produziram, portanto, efeitos de transmissão de um saber singular na articulação com um saber construído coletivamente.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.