artigos
Convibra Conference - A função socializadora da educação escolar: o que um professor faz acerca do seu compromisso com o laço social?
A função socializadora da educação escolar: o que um professor faz acerca do seu compromisso com o laço social?

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Mal-estar contemporâneo e impasses na educação

Acessos neste artigo: 73


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Flávia Buechler Tridapalli , Claudia Maria Perrone

ABSTRACT
O projeto de uma educação pública e gratuita para todos produziu efeitos revolucionários na forma de laço social predominante dos governos monarca e aristocrata, sendo um dos feitos mais potentes na história da humanidade acerca do que uma geração pode fazer pela outra. A escola ressurgiu como o lugar público por excelência dos recém-chegados ao mundo, uma instituição que antes de qualquer ensino dogmático passou a se responsabilizar pela transmissão de um laço social que preza pela circulação dos saberes e da palavra, pela liberdade e igualdade de acesso, transmissão na qual a função do professor-educador assumiu extrema importância no compromisso que o seu ofício tem com a promoção e manutenção de um laço social ético. 
Nesse sentido, afirmamos que o contexto escolar é um importante produtor de laços sociais e por isso todos que fazem parte dele devem estar implicados num engajamento ético que salvaguarda a promoção e mediação de experiências de transmissão geracional e de encontros plurais. É por meio dessas experiências que o mundo humano pode caracterizar-se como habitável, comum e partilhável, no qual a verdade não se reduz a um saber-poder, e onde a criação de um registro afetivo pelo mundo e pelo outro se torna possível. Contudo, não raro constatamos que há um preconceito social a respeito da diferença e não raro nos deparamos com engendramentos discursivos que potencializam o ódio em relação a ela, bem como patologizam, criminalizam e segregam o sujeito-diferente. 
Em vista disso, almejamos trazer à tona questões acerca dos modos atuais de organização da instituição escolar, do posicionamento e do fazer dos professores ante a implicação e o compromisso que a educação escolar tem com a preservação e manutenção de um laço social ético. Almejamos também tencionar acerca dessa temática a fim de compreender o que se pode revelar sobre o mal-estar contemporâneo da educação, principalmente no que concerne a função socializadora da educação no contexto escolar. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Muito importante a discussão. Na leitura do resumo me surgiu muito a relação dos comportamentos e normas que circulam na relação docente x discente, uma vez que se é esperado um aluno com comportamento 'x' ou uma turma homogênea. Como também na figura do Professor como 'intelectual específico', aquele que está ali para reafirmar e produzir novas subjetividades, sujeitos e espaços socioeducativos. Estou ansioso para ler o trabalho completo!!

Foto do Usuário Simone Bicca Charczuk 23-10-2021 16:37:17

Excelentes proposições! Penso que é um desafio propor e sustentar a função socializadora da escola no contexto do ensino remoto. Para continuarmos a interlocução!

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.