artigos
Convibra Conference - Currículo Inclusivo: Uma Proposta Para a Equidade e Efetividade dos Processos de Recrutamento Digital
Currículo Inclusivo: Uma Proposta Para a Equidade e Efetividade dos Processos de Recrutamento Digital

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Temas Correlatos: Gestão de RH;

Acessos neste artigo: 114


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

João Carlos Barreto

ABSTRACT
O currículo ainda é um dos principais requisitos para o início de um processo de recrutamento. Entretanto, do impresso ao meio digital, houve um considerável aumento na captação de profissionais interessados, aumentando a relação candidato por vaga. Todavia, o recrutador tem reduzido seu tempo de triagem, gerando uma disparidade no mercado: mais currículos recebidos e menos tempo para análise. Diante disso, a busca por alternativas que possam contribuir na equidade (os candidatos analisados de forma idêntica) e efetividade (o recrutador encontrar o candidato ideal) é necessária para qualquer processo de recrutamento. Assim, surge o Currículo Inclusivo, que, a partir de seis dimensões, caracterizadas como escolaridade, experiência profissional; experiência empreendedora; autenticidade virtual; tecnologia; inovação e negócios; e relacionamento virtual, cria um currículo em acordo à expectativa do recrutador: padronizado, de fácil compreensão e capaz de gerar uma análise prévia dos candidatos de forma equitativa. Além disso, o Currículo Inclusivo propõe a adoção de um score, identificando o momento de carreira do profissional. Para os recrutadores, é um avanço no processo de negócio, tornando-o mais ágil e focado. Para os profissionais, uma maneira otimizada de apresentação da sua experiência, redução de custo com confecção de currículo e uma perspectiva de participação em um processo de triagem mais equilibrado e justo.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Júlio Cesar Silva 26-10-2021 20:36:53

Prezado João Carlos, Parabéns pelo trabalho! Tema relevante e de necessária discussão em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Concordo que o currículo é uma fase importante em um processo seletivo, pois é a chance que o candidato possui para acessar a organização em um primeiro momento. Infelizmente, como destacado no texto, algumas vezes esse documento não é elaborado de forma correta, o que prejudica o candidato. Em outras, não atende às subjetividades do recrutador, o qual espera receber um currículo que preencha suas expetativas. Assim, discutir o tema é de suma importância, pois como exposto, o mesmo traz implicações para candidatos e recrutadores. Com vistas a contribuir com o seu trabalho, teço algumas observações acerca do artigo submetido: Pontos fortes do trabalho: a escrita foi realizada de modo a permitir uma leitura sequencial e de fácil compreensão. A norma culta da língua foi respeitada, observando pequenos desvios gramaticais, que são facilmente resolvidos. O artigo torna-se interessante devido ao fato de discutir um assunto novo, o que desperta a curiosidade do leitor. Pontos a serem melhorados: no geral, o artigo cita poucos autores que pesquisam o tema. Quando citados, é de forma direta. Sugiro a reescrita dessas passagens de forma indireta. Além disso, faz-se necessária a inclusão de autores mais recentes, pois a maior parte remete ao intervalo entre 2000-2010. Outro ponto que merece atenção é a grande quantidade de informações sem citações de fontes. Para mim, parece que o autor trouxe sua experiência profissional para o artigo, contudo, também sinalizou para uma possível citação de informações sem a devida indicação dos autores responsáveis por essas informações. No início, o artigo deixa transparecer uma leitura quase informal, um bate papo, o qual não se adequa a um artigo científico. Reescrever tais partes resolveria o problema. Na introdução, poderiam ter sido apresentados a pergunta de pesquisa e os objetivos do estudo, o que foi feito apenas na seção de metodologia. Essa apresentação situa o leitor no texto e facilita a condução do raciocínio. Quanto à metodologia, foi utilizado algum critério específico para seleção dos currículos? Devido ao fato de a análise ter sido conduzida sobre os documentos disponíveis, vale considerar a pesquisa, na dimensão quanto aos procedimentos, como análise documental. Por fim, deixo alguns pontos para reflexão e contribuição: 1) O processo de mensuração de cada currículo cabe, a partir do entendimento da leitura, ao recrutador. Qual a demanda de tempo para realizar esse processo? Em uma rotina de tarefas, essa categorização do currículo será vista como benéfica ou como uma tarefa a mais pelo recrutador? 2) Qual seria o resultado, principalmente sob a ótica dos recrutadores, da aplicação prática do Currículo Inclusivo? A resposta a esse questionamento pode advir de estudos futuros que avaliem a aplicação prática do modelo proposto, por exemplo, em estudos de casos múltiplos. Espero que minhas observações contribuam para o avanço de seu trabalho. Atenciosamente, Júlio Cesar

Foto do Usuário Emilyn Cristina Gomide Marques 31-10-2021 21:02:18

Trabalho muito bem feito! O tema é super atual e relevante e foi apresentado de uma forma clara. Acredito que o currículo inclusivo seja uma ótima forma de otimizar o tempo do recrutador e facilitar nas escolhas. Parabéns pelo trabalho.

Foto do Usuário Vanessa Costa De Oliveira 04-11-2021 19:36:03

Temática interessante e atual. Parabéns aos autores.

Foto do Usuário Ana Lúcia Neves De Moura 05-11-2021 12:06:33

Ótimo trabalho! Proposição de uma ferramenta interessante para trazer maior eficácia ao processo de recrutamento e seleção nas empresas. Concordo com as considerações de Júlio César. Imprimir um caráter mais científico ao artigo aumentará, inclusive, a possibilidade de publicação em periódico científico.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.