artigos
Convibra Conference - Itinerário terapêutico de crianças com perda dentária precoce: uma análise da percepção de cuidadores
Itinerário terapêutico de crianças com perda dentária precoce: uma análise da percepção de cuidadores

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Políticas Públicas de Saúde

Temas Correlatos: Saúde da Criança e do Adolescente;

Acessos neste artigo: 125


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Carolina Scheffler Schirma Farias , Cristiane Falcão Gaspar , Ramona Fernanda Ceriotti Toassi , Jonas De Almeida Rodrigues , Fernando Valentim Bitencourt

ABSTRACT
Este estudo teve o objetivo de compreender o itinerário terapêutico de crianças com perda precoce de dentes decíduos, buscando conhecer as trajetórias percorridas por essas crianças e suas famílias em busca do cuidado em saúde. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa fenomenológica realizado em um Hospital de Ensino Odontológico (HEO) de uma universidade pública do Sul do país. Foram entrevistados cuidadores  de crianças com perda dentária precoce por cárie e que estavam em tratamento no HEO. A amostra foi intencional por saturação. O material textual foi interpretado pela análise de conteúdo temática proposta por Bardin. Os resultados mostraram a pluralidade de caminhos percorridas por essas crianças e suas famílias, enfrentando barreiras e adaptando suas rotinas em busca de um tratamento efetivo. Essas trajetórias foram marcadas pela passagem em serviços públicos, privados e conveniados que não se mostraram resolutivos, até chegarem ao HEO, no qual houve o acesso e a integralidade de cuidado. Este estudo tem potencial para contribuir com os avanços e estruturação do sistema de organização de saúde no país, ampliando os espaços de discussões sobre as diferentes formas de acesso e fragilidades de integralidade do cuidado de crianças a fim de implementar ações mais articuladas e efetivas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Leticia Barbosa 25-10-2021 18:25:42

O trabalho apresenta um objeto interessante, cuja discussão ainda é incipiente na produção acadêmica brasileira. Como sugestão, os autores poderiam explorar os efeitos das condições socioeconômicas nos itinerários terapêuticos mapeados. Em relação aos resultados, fica a seguinte pergunta: em que medida os itinerários terapêuticos identificados se aproximam ou não daquilo que é preconizado nas políticas de saúde bucal?

Foto do Usuário Astrid Nathalia Páez Esteban 28-10-2021 12:37:40

Tema relevante que evidencia esta problemática de saúde bucal nas crianças, preocupações e experiências dos cuidadores.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.