artigos
Convibra Conference - ADESÃO DO INSTAGRAM POR BANCOS TRADICIONAIS
ADESÃO DO INSTAGRAM POR BANCOS TRADICIONAIS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Marketing

Temas Correlatos: Marketing;

Acessos neste artigo: 107


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Rodrigo Cuentro Gusmao , Mayrlla Lima Guimarães , Kelvin Cordeiro Choma , Caroline Lujan De Oliveira , Fábio Rogério De Morais

ABSTRACT
Baseando-se no fato de que a competitividade existente no mercado financeiro foi expandida 
conforme a evolução das redes sociais e do impacto que elas têm no mundo e nas relações 
humanas, esse artigo tem como objetivo identificar como as instituições bancárias tradicionais 
estão utilizando as redes sociais para manter-se no mercado e a efetividade dessas abordagens. 
Para tanto, através de uma pesquisa quantitativa e descritiva, foram analisadas as interações 
entre os clientes e os bancos utilizando como objeto de estudo o perfil no Instagram do 
Bradesco, do Bando do Brasil e da Caixa Econômica. Como resultado, foi identificado que o 
Bradesco possui uma abordagem nas redes que demonstra mais preocupação por questões 
sociais do que por divulgação de seus serviços, além de possuir maior Taxa de Engajamento 
que os outros bancos estudados. O Banco do Brasil possui postagens regulares de temas mais 
diversificados e possui mais seguidores que o Bradesco, porém menor Taxa de Engajamento. 
Já a Caixa possui postagens regulares objetivando falar de serviços oferecidos e possui o 
maior número de curtidas e comentários dos bancos estudados, além de maior número de 
seguidores, porém, a Taxa de Engajamento é o mesmo que o Banco do Brasil.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Monique Ferreira Cavalcante 26-10-2021 21:22:59

Temática interessante e atual. O trabalho está bem estruturado e traz como resultado uma análise do engajamento que é algo extremamente útil para as organizações estudadas. A minha dúvida é sobre a comparação dessa taxa de engajamento entre os bancos, tendo em vista que dois são públicos (sendo um deles o principal meio de recursos para políticas públicas) e um privado. Não seria válido fazer essa análise entre 3 bancos privados?

Achei o tema muito legal, e o que mais me chamou atenção são os tipos de publicações de cada banco... como o Bradesco com conteúdos mais focados em questões sociais do que divulgação de seus serviços; o Banco do Brasil com postagens mais diversificadas; e a Caixa com postagens mais focadas nos serviços oferecidos. Essas estratégias nos mostram que é possível se posicionar no marketing digital através dos conteúdos que serão publicados, o que não significa que um está certo e o outro não, apenas que a estratégia de posicionamento destes são distintas.

Foto do Usuário Lucas Da Silva Melo 25-11-2021 16:37:14

Bem previsível e atual, a temática escolhida foi ótima! É bom ver que as instituições financeiras tradicionais estão correndo para acompanhar as digitais, a adesão aos bancos digitais e o fácil cadastramento para tornar-se cliente, fez com que o engajamento e aparição em redes sociais dos bancos tradicionais aumentasse. Claro que isso é uma perspectiva boa, pois os clientes querem atualizações de serviços que já são prestados há décadas de forma grotesca. É importante saber que reinventar-se no marketing traz abordagens para os bancos, outras instituições e corporações para serem mais presentes nas preocupações sociais, debates e opiniões sobre causas e assuntos do momento para a sociedade.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.