artigos
Convibra Conference - Prevalência de Tuberculose no Espirito Santo em tempo de pandemia entre os anos 2018 a 2020.
Prevalência de Tuberculose no Espirito Santo em tempo de pandemia entre os anos 2018 a 2020.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Indicadores Sociais de saúde

Acessos neste artigo: 84


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Yasmin Neves Soares , Juliana Maria Bello Jastrow , Nathalya Das Candeias Pastore Cunha , Raquel Vicentini Oliveira , Esthefany Pereira Estevam , Eduarda Calazans Reblin De Oliveira , Italla Maria Pinheiro Bezerra

ABSTRACT
A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo complexo Mycobacterium tuberculosis, a qual afeta prioritariamente os pulmões. Com a pandemia do COVID-19, estudos apresentaram a existência de dificuldade no manejo da TB, por conta da semelhança dos sinais e sintomas. Com isso, tem-se como objetivo, analisar a prevalência da tuberculose no Estado do Espiríto Santo em tempo de pandemia, nos anos 2018 a 2020. Os dados foram extraídos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, no periodo de janeiro de 2018 a dezembro de 2020.  Observou-se, no periodo compreendido um total de 2.897 casos confirmados no estado do Espirito Santo, apresentando em 2019, 50% do casos confirmados. A região Central, com um coeficiente de prevalência de 34,6, alta quando comparada com a região metropolitana que é uma das mais populosas do estado. O individuo do sexo masculino foi o mais acometido com o total de 2.056 casos,tendo uma alta prevalencia em 2019, assim como a raça parda. Demonstrou tambem que a forma pulmonar da doença é que mais acomete os individuos com uma média de 80,66% dos casos.  Os casos podem estar associados a possíveis casos de subnotificação da Tuberculose durante o período de pandemia, uma vez que se assemelha aos padrões da COVID-19, sendo difícil o diagnóstico diferencial.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Josiane Rodrigues 18-10-2021 23:05:46

Estudo interessante, analisando outros aspectos influenciados pela Covid-19. Sugestão: apresentar com mais ênfase as análises estatísticas. Pergunta: Esse mudança de registros, te alguma relação com o número de casos de Covid mês a mês?

Foto do Usuário Railson Luis Dos Santos Silva 09-11-2021 21:02:42

Muito bom, principalmente pelo fato da doença ser imunoprevenível. Achei a temática de correlacionar a tuberculoso com a infecção causa pelo Sars-Cov-2. O período que a infecção teve agrava, entre 2018 e 2020 pega o pico da COVID-19.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.