artigos
Convibra Conference - Análise da prevalência dos casos de intoxicação exógena no estado do Espírito Santo comparativo entre os anos de 2018 e 2020 - Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan)
Análise da prevalência dos casos de intoxicação exógena no estado do Espírito Santo comparativo entre os anos de 2018 e 2020 - Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan)

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Indicadores Sociais de saúde

Acessos neste artigo: 125


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Esthefany Pereira Estevam , Juliana Maria Bello Jastrow , Yasmin Neves Soares , Nathalya Das Candeias Pastore Cunha , Raquel Vicentini Oliveira , Eduarda Calazans Reblin De Oliveira , Italla Maria Pinheiro Bezerra

ABSTRACT
Este estudo objetiva analisar a prevalência dos casos de intoxicação exógena no estado do Espirito Santo, durante o período de 2018 a 2020. Trata-se de um estudo descritivo, retrospectivo, de abordagem quantitativa, a partir dos dados disponibilizados pelo Sistema de Informação de Agravo de Notificação (SINAN), que foram submetidos à estatística descritiva através de valores absolutos e relativos e o cálculo da prevalência, as variáveis selecionadas foram: sexo, idade, raça/cor, circunstância e local de residência. Os resultados apontam que entre os anos supracitados o total de casos foi de 13.142, equivalendo à prevalência total de casos foi de 367,29 casos por 100.000 habitantes, sendo prevalente no sexo feminino, na faixa etária de 20 a 39 anos, na raça/cor parda, em residentes da Grande Vitória. Conclui-se que houve o aumento do número de casos entre os anos de 2018 e 2019, com tendência de alta para o ano de 2020 por consequência do distanciamento social.
Palavras-chave: Intoxicação. Tentativa de Suicídio. Suicídio. Sistemas de Informação em Saúde. Pandemia por COVID-19.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Marília Savergnini Emídio 22-10-2021 07:23:35

Trabalho muito relevante e bem estruturado! Lembrando apenas que o estado do Espírito Santo, a partir do ano de 2020, adota o sistema eSUS/VS e não mais o Sinan, por isso vemos uma queda no número de notificações nesse período. Parabéns!

Foto do Usuário Railson Luis Dos Santos Silva 14-11-2021 20:14:17

Muito bom o trabalho, assisti a apresentação do mesmo e achei de estrema relevância a discussão. Os índices se mostraram muito relevantes e levanta o alerta para o desenvolvimento de Políticas Públicas em saúde, principalmente voltadas para o sexo feminino.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.