artigos
Convibra Conference - EMPREENDENDO NA GERAÇÃO Z: O PERFIL E AS CARACTERÍSTICAS DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE JOÃO PESSOA-PB
EMPREENDENDO NA GERAÇÃO Z: O PERFIL E AS CARACTERÍSTICAS DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE JOÃO PESSOA-PB

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Temas Correlatos: Empreendedorismo e inovação;

Acessos neste artigo: 104


Certificado de publicação:
Certificado de Ana Caroline Salviano Ramos

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Lucas Da Silva Melo , Ana Caroline Salviano Ramos

ABSTRACT
O presente estudo teve o objetivo de analisar as características do perfil microempreendedor individual da geração Z do Estado da Paraíba, visto através de pesquisas do SEBRAE um aumento dessa geração no segmento de empreendedorismo do estado. A pesquisa foi realizada por meio de uma abordagem quantitativa. A seleção da população amostral baseou-se por microempreendedores individuais ativos com faixa etária de 18 a 27 anos, situados na região metropolitana de João Pessoa. O levantamento de dados deu-se por meio de um questionário estruturado e analisado pelo conteúdo das respostas. Os resultados permitiram destacar que as características: dinâmico, inovador, antenado a tecnologia, multidisciplinar, exigente, versátil, flexível, otimista e determinado são característica do microempreendedor individual paraibano da geração Z. Contribuindo com os resultados obtidos através desse estudo para que futuros microempreendedores individuais saibam o perfil e características dos profissionais no estado da Paraíba.
Palavras-chave: Perfil microempreendedor. Geração Z. Características.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Rogério Sarkis Da Costa 21-10-2021 10:15:53

É possível notar que os jovens dessa geração começam cedo. Muito se dá por eles serem filhos de empreendedores, o que os inspirou desde muito novos a correr atrás dos seus sonhos. Para onde necessitam olhar e quais os problemas mais latentes que surgem nas organizações de empreendedores devido o perfil da geração Z?

Foto do Usuário Rogério Sarkis Da Costa 21-10-2021 10:15:53

É possível notar que os jovens dessa geração começam cedo. Muito se dá por eles serem filhos de empreendedores, o que os inspirou desde muito novos a correr atrás dos seus sonhos. Para onde necessitam olhar e quais os problemas mais latentes que surgem nas organizações de empreendedores devido o perfil da geração Z?

Tema bem relevante visto a representatividade dos microempreendedores individuais no país (cerca de 65% das empresas formais) e o crescimento do empreendedorismo por necessidade nos últimos anos.

Foto do Usuário Patrícia Carvalho Campos 16-11-2021 12:24:26

Achei muito interessante o tema abordado pelo artigo. O empreendedorismo, mais do que nunca, tem sido a opção de muitos dos brasileiros. Em consequência da pandemia, muitos brasileiros se viram ''obrigados'' a empreender para gerar o seu sustento devido à escassez de emprego. Importante ressaltar, assim como é visto no trabalho, o aumento do empreendedorismo feminino. Cada vez mais as mulheres conquistam o seu espaço que, outrora, era dominado por homens. Um questão que me chamou a atenção foi o fato de que, grande parte do MEI's já tiveram algum prejuízo por não avaliar bem suas escolhas e agir por impulso. Esse é um dado alarmante porque mostra uma geração mais imediatista, que age por impulso com menos planejamento. O planejamento deve ser aliado da ousadia, da criatividade. O agir por impulso pode levar essas empresas à falência no longo prazo. O empreendedor deve ser assertivo, ousado, rápido nas suas decisões, mas isso é contrário à agir por impulso.

Foto do Usuário Isadora Aparecida Silva 17-11-2021 23:24:34

Parabéns pelo trabalho, achei o tema relevante e atual e a narrativa foi de fácil compreensão. A geração Z está se destacando cada vez mais no empreendedorismo, por ser uma geração cheia de ideias, inovação, criatividade e ainda tem como forte aliada a tecnologia. O negócio próprio é uma alternativa forte para os desempregados, para as pessoas que querem complementar a renda e principalmente para aqueles que finalizaram o curso superior mas não conseguiram ingressar no mercado de trabalho. Uma informação que me chamou a atenção foi o fato de que 85% dos microempreendedores responderam que tem o seu negócio há 2 anos. Entendo que a demanda pelo empreendimento próprio está crescendo avassaladoramente nos últimos anos, porém, também pode se inferir que as empresas com o passar do tempo não estão se consolidando no mercado. O que é um fato preocupante porque tem que ser investigado os motivos pelos quais os negócios não estão prosperando.

Foto do Usuário Lidiane Campos Dos Santos 24-11-2021 20:55:22

Parabéns pelo trabalho! Tema relevante e atual, gostei muito da classificação que fez de alguns itens quanto a fundamentação e planejamento em ser microempreendedor.

Foto do Usuário Wilson Chagas Gouveia 30-11-2021 14:18:27

Lucas e Ana Caroline parabéns pela pesquisa. Vocês afirmam eu seu artigo que esses empreendedores, 77,5 %, utilizam “auxílio financeiro de algum parente ou financiamento para iniciar as atividades”. Vocês sabem nos dizer se esses microempreendedores tem conhecimento da existência das carteiras de crédito disponibilizadas para o empreendedorismo como por exemplo do Banco do Nordeste Brasileiro?

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.