artigos
Convibra Conference - Covid-19: Avaliação dos Casos de Contaminação no Município de Santa Cruz – Rn
Covid-19: Avaliação dos Casos de Contaminação no Município de Santa Cruz – Rn

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Indicadores Sociais de saúde

Temas Correlatos: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde;

Acessos neste artigo: 61


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Adailza Francisca Da Silva Pinto , Railson Luis Dos Santos Silva

ABSTRACT
Em dezembro de 2019, as autoridades em saúde chinesa notificaram à Organização Mundial de Saúde – OMS, a ocorrência de casos atípicos de pneumonia. O que se tratava de casos recorrentes, foi confirmado no início de 2020, ser uma nova síndrome respiratória aguda causada por uma mutação do coronavírus, denominada posteriormente como Sars-Cov-2, causadora da COVID-1911. 
Objetivos: Avaliar os casos de contaminação pela COVID-19 no município de Santa Cruz/RN e os índices de imunização contra a doença por meio da verificação dos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte – SESAP. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo de caráter quantitativo e qualitativo utilizando os dados da SESAP, notificados entre 01 de janeiro de 2020 e 07 de maio de 2021. Foram aplicados métodos estatísticos utilizando os softwares Stata MP13 na versão 2013 e o Excel 2016, considerando as seguintes variantes: taxa de imunização, evoluções dos casos, idade, sexo, raça e comorbidade. Resultados: Foram analisados 13.235 casos notificados, onde 9.926 tiveram resultados negativos, 1 inconclusivo e 3.307 resultados positivos. Dentre os confirmados 7,86% possuem comorbidades. O município tem atualmente 39.988 mil habitantes, e teve maior pico da infecção no mês de dezembro de 2020 com um total de 550 casos positivos e média diária de 18 casos. 56,49% dos infectados são do sexo feminino e 43,48% do sexo masculino com faixa etária entre 30-39 e maior incidência em indivíduos considerados pardos. Entre os casos da infecção que evoluíram para a forma grave 51 foram a óbito. A vacinação no município iniciou-se em março de 2021, e já recebeu 11.780 doses do imunobiológico para contemplar a primeira fase. Apenas 8% da população encontram-se imunizados, 12% só receberam a primeira dose e 80% aguardam receber o imunizante. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Fabileny Sara Barcelos 21-10-2021 16:52:01

Trabalho muito bem estruturado e o tema é de extrema relevância. Parabéns!

Excelente abordagem do tema, além de atual e extremamente relevante, as informações estão muito bem elaboradas. Os dados desse estudo são significantes para o município abordado, para os autores e para os leitores.

Foto do Usuário Jeilson De Oliveira Moisés 10-11-2021 09:33:39

Trabalho bem elaborado e estruturado e abordou de forma clara a temática.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.