artigos
Convibra Conference - A estrutura de capital de empresas brasileiras contribuem para a geração de valor para o acionista?
A estrutura de capital de empresas brasileiras contribuem para a geração de valor para o acionista?

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Finanças

Acessos neste artigo: 20


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

William Aparecido Maciel Da Silva

ABSTRACT
O objetivo do trabalho é analisar se a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras contribuiu para a geração de valor econômico a seus acionistas no período 2010-2017. A definição da estrutura de capital é a base da formação do custo de capital da empresa, afetando diretamente a geração de valor ao acionista. Assim, entender qual a relação entre alavancagem e geração de valor ao acionista de companhias listadas na B3 permite verificar se as companhias têm adotado estratégias de financiamento que maximizem a riqueza de seus proprietários de capital. Foram utilizados modelos de regressão com dados em painel em que variável dependente representa a geração de valor ao acionista e a variável explicativa é representada por diferentes proxies para estrutura de capital de empresas brasileiras não financeiras listadas na B3. Destaca-se a dificuldade que as empresas brasileiras têm em conseguir resultados que excedam o custo de oportunidade e que possibilite a criação de valor econômico para seus acionistas. Constatou-se também que a estrutura de capital adotada pelas empresas impactou de forma negativa a geração de valor no período analisado. O trabalho contribui para a literatura e para a prática ao identificar os fatores determinantes da geração de valor pela firma. Constatou-se que menores níveis de endividamento estão associados de forma positiva com a geração de valor ao acionista, o que lança reflexões sobre as estratégias de financiamento que estão sendo adotadas pelas companhias brasileiras para maximizar o retorno dos investimentos realizados.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS