artigos
Convibra Conference - CONFLITO TRABALHO E FAMÍLIA: UM ESTUDO SOBRE A PERCEPÇÃO DAS SERVIDORAS DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO
CONFLITO TRABALHO E FAMÍLIA: UM ESTUDO SOBRE A PERCEPÇÃO DAS SERVIDORAS DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Teoria das Organizações

Temas Correlatos: Teoria das Organizações;

Acessos neste artigo: 23


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Maria Mabilia , Maria De Fátima Fagherazzi Pizzoli , Paula Patricia Ganzer , Rodrigo Dullius , Pelayo Munhoz Olea

ABSTRACT
O objetivo da pesquisa foi identificar a percepção das servidoras de uma instituição federal de ensino, sobre o conflito trabalho-família. Quanto ao método, utilizou-se de pesquisa quantitativa, por meio de questionário com aplicação da Escala de Conflito Trabalho-Família (ECTF), considerando as duas grandezas de interferência (trabalho na família e família no trabalho). Os resultados demonstraram que existe a percepção em ambos os aspectos na vida das servidoras, sendo que a percepção das docentes é maior do que as TAEs. Identificou-se que os itens com maior percepção do nível de interferência provêm das demandas resultantes do trabalho. Em contrapartida as demandas resultantes da família mostraram-se com baixo nível de percepção. Verificou-se também que ao fazerem uma escolha, optando por priorizar o trabalho ou priorizar a família, as respondentes deixam de interagir com um dos lados, o que acarretou certos prejuízos às servidoras em decorrência de tal decisão. O estudo identificou que existem correlações significativas entre o conflito trabalho-família, onde o mesmo mostrou-se relevante de forma semelhante em ambas às demandas pesquisadas, evidenciando o quanto estes conflitos advindos dos conflitos trabalho-família são determinantes nas relações familiares e organizacional das profissionais.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS