artigos
Convibra Conference - SULFUR SUPPLEMENTATION MITIGATES DROUGHT DELETERIOUS EFFECTS IN SOYBEAN PLANTS
SULFUR SUPPLEMENTATION MITIGATES DROUGHT DELETERIOUS EFFECTS IN SOYBEAN PLANTS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Temas Correlatos: Fisiologia;

Acessos neste artigo: 51


Certificado de publicação:
Certificado de Bruno Sousa Figueiredo Da Fonseca

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Bruno Sousa Figueiredo Da Fonseca , Amanda Soares Santos , Alana Cavalcante Da Silva , Ramilos Rodrigues De Brito , Davielson Silva Pinho , Jennyfer Yara Nunes Batista , Julian Junio De Jesus Lacerda , Rafael De Souza Miranda

ABSTRACT
Our study aimed to investigate the role of supplementation with sulfur (S) on soybean tolerance to water stress, analyzing aspects related to plant growth, relative tolerance and sulfur accumulation in plants tissues. The experimental design was in randomized blocks (DBC), in a 3 × 2 × 2 factorial arrangement, consisting of three levels of drought stress (60% field capacity (FC) - control treatment; 45% FC - moderated drought; and 30% FC - severe drought), two doses of sulfur (S) (40 and 80 kg ha-1,) and two soybean genotypes (BÔNUS 8579 and M8808), with four replications. In this case, the following parameters were analyzed: fresh and dry mass; relative tolerance to water stress; and sulfur content in plant tissues. Supplementation with S at 80 kg ha-1 emerges as a promising strategy for growing soybean plants of the M8808 genotype in soils with low water availability, being a viable alternative to mitigate the deleterious effects of water deficit.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Alexei De Campos Dianese 06-05-2021 00:37:28

Apesar de 40 kg/ha de S ser o padrão para soja, acho que teria sido interessante se um tratamento-controle sem aplicação de enxofre tivesse sido adicionado ao experimento. Gostaria de saber se, na opinião dos autores, levando em consideração a cultura da soja no Brasil, o fato da interação enxofre-stress hídrico ser genótipo-dependente diminui o impacto do uso do enxofre como ferramenta para mitigar os efeitos deletérios de um regime de chuva deficiente.

Foto do Usuário João Gabriel Mafra 11-06-2021 16:31:25

Muito bom trabalho, acredito ser muito pertinente o assunto, encontrar novas formas de reduzir danos causados por estresse hídrico.

Foto do Usuário Víctor Alves Amorim 11-06-2021 20:30:32

Trabalho e resumo muito bem feitos. Foi possível notar que a cultivar M8808 obteve melhor biomassa em stress e a outra não; e apenas na dose 40 Kg ha-1. Vocês escolheram essas cultivares por já saberem previamente que uma era mais tolerante ao déficit hídrico do que a outra? Como no comentário do Alexei acima, também penso que seria melhor testar com um tratamento controle (o Kg ha-1 de S).