artigos
Convibra Conference - Biochar Proveniente Do Resíduo Da Olivicultura: Potencial De Uso Na Adsorção De Nimesulida
Biochar Proveniente Do Resíduo Da Olivicultura: Potencial De Uso Na Adsorção De Nimesulida

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Sustentabilidade ambiental

Temas Correlatos: Sustentabilidade ambiental;

Acessos neste artigo: 55


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Íris Nunes Raupp , Alaor Valério Filho , Ana Rosa Costa Muniz , Gabriela Silveira Da Rosa

ABSTRACT
A poluição de águas residuais por produtos farmacêuticos tem gerado grande preocupação ambiental. Os poluentes emergentes são prejudiciais ao meio ambiente e à saúde humana. O método de adsorção é um dos melhores processos disponíveis para a remoção de poluentes de efluentes líquidos. O desenvolvimento de materiais capazes de adsorver poluentes tem sido amplamente investigado. No processamento da matéria-prima para a produção de azeite, são gerados uma série de resíduos sólidos como o bagaço, que causam graves problemas ambientais. A produção de biochar do bagaço da azeitona pode apresentar uma ótima alternativa para aproveitamento de resíduos agroindustriais, reduzindo seu descarte na natureza. Portanto, este trabalho teve como objetivo desenvolver e caracterizar o biochar a partir do resíduo do processamento da olivicultura e investigar o potencial de uso do adsorvente produzido na remoção do fármaco nimesulida em efluente líquido. O biochar foi analisado por técnica de BET e os experimentos de adsorção foram realizados através de planejamento experimental. A produção de biochar pelo processo de pirólise se mostrou eficiente garantindo propriedades atrativas ao material, que apresentou SBET de 650,9 m² g-1, VP de 0,305 cm³ g-1 e 0,184 nm de DP. A classificação do tamanho dos poros é mesoporosa, sendo que tais propriedades garantiram o potencial do uso do biochar na remoção de nimesulida. Os resultados da adsorção indicaram que a capacidade obtida para o ensaio com melhor desempenho foi de 142,98 mg g-1, com 48,49 % de remoção. O planejamento experimental indicou melhor desempenho para a adsorção nas condições de pH 8, concentração inicial de 30 mg L-1 de nimesulida e 0,1 g L-1 para a dosagem de adsorvente apresentadas no experimento 5 da matriz do planejamento experimental.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Nicole Dall'accua Lopes 08-05-2021 20:06:17

Trabalho muito bem desenvolvido. Gostaria de saber com base em que foi escolhido o diâmetro das partículas inferior a 495nm para a produção do adsorvente? E como sugestão, sugiro fazer a cinética de adsorção para expressar melhor a taxa de remoção do adsorvato em relação ao tempo.

Foto do Usuário Tereza Longaray Rodrigues 12-05-2021 01:29:58

Achei o trabalho muito interessante, principalmente por se tratar da adsorção de produtos farmacêuticos, visto que ao serem descartados inadequadamente podem promover um problema ambiental bem sério. Assim, gostaria de saber se houve algum motivo específico para escolher a nimesulida como foco do estudo, e deixo como sugestão o estudo a respeito da adsorção de outros tipos de fármacos

Foto do Usuário Pietro Serraglio Figueiredo 14-05-2021 15:26:25

Excelente trabalho! Gostaria de saber se na realização da pirólise, o carvão ativado foi impregnado com algum produto químico, como ZnCl2?

Foto do Usuário Luisa Bataglin Avila 14-05-2021 16:39:53

São conhecidos os sérios danos causados ao meio ambiente por produtos farmacêuticos e metodologias que viabilizem a redução desses danos é de suma importância. Outro ponto relevante no estudo é a utilização de resíduos agroindustriais, como o bagaço da oliveira, aproveitando o potencial econômico da região sul e agregando valor a um insumo antes descartado. A respeito da metodologia empregada para a obtenção do material, biochar, sabe-se que algumas condições como temperatura e tempo de pirólise, por exemplo, podem afetar as características do adsorvente. Assim, gostaria de saber se os autores pensam em realizar um estudo a respeito da influência desses fatores.

Foto do Usuário Luana Vaz Tholozan 14-05-2021 18:29:30

Muito interessante a utilização de um resíduo agrícola gerado em larga escala na produção de material adsorvente. Além disso, é importante que haja mais trabalhos que busquem a remoção de fármacos presentes em efluentes, visto que causam grande impacto ambiental. Qual foi o motivo da escolha do fármaco nimesulida? Sugiro que no futuro testem a remoção de outros fármacos e realizem a cinética e isoterma.