artigos
Convibra Conference - REMOÇÃO DE NIMESULIDA DE EFLUENTE HOSPITALAR SIMULADO ATRAVÉS DA ADSORÇÃO USANDO CARVÃO ATIVADO DE LODO DE ETA
REMOÇÃO DE NIMESULIDA DE EFLUENTE HOSPITALAR SIMULADO ATRAVÉS DA ADSORÇÃO USANDO CARVÃO ATIVADO DE LODO DE ETA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Sustentabilidade ambiental

Acessos neste artigo: 49


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Giovanna Vieira Infantini , Alaor Valério Filho , Luana Vaz Tholozan , André Ricardo Felkl De Almeida , Gabriela Silveira Da Rosa

ABSTRACT
Nesse trabalho, foi estudada a utilização de carvão ativado produzido a partir de lodo de estação de tratamento de água para remoção do fármaco nimesulida de efluente hospitalar simulado. Para a preparação do carvão ativado, a amostra de lodo foi coletada na estação de tratamento de água da cidade de Bagé-RS e posteriormente passou pelos processos de secagem, moagem, peneiramento, ativação química com cloreto de zinco e hidróxido de cálcio e ativação física por pirólise seguida de lavagem ácida. O carvão obtido foi denominado CALL e sua estrutura física foi analisada através da isoterma de adsorção-dessorção de N2. Dois efluentes simulados (A e B) foram produzidos com a utilização de compostos normalmente encontrados em efluentes hospitalares reais e o pH de ambos foi ajustado para 8. A concentração desses compostos foi variada do efluente simulado A para o B. Para analisar a adsorção de nimesulida por CALL, foram utilizados 25 mL de solução de efluente hospitalar simulado e 1 g/L de CALL. Posteriormente a mistura foi agitada em shaker e centrifugada para que fosse realizada a análise no espectrofotômetro. Os resultados obtidos na caracterização do CALL indicaram uma área superficial específica de 582 m²/g. Os resultados dos testes de adsorção mostraram que CALL conseguiu adsorver 98.57% e 88.08% de nimesulida dos efluentes A e B, respectivamente. De acordo com os valores obtidos, pode-se dizer que a utilização de lodo de estação de tratameto para produção de adsorvente é uma alternativa sustentável para a reutilização desse resíduo e também uma opção promissora para o tratamento de efluentes contaminados com nimesulida.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Fábio Ferreira 19-04-2021 17:36:02

O tema é muito relevante, porém é um projeto que não apresenta análises, nem dados estatísticos e ainda é inconclusivo.

Foto do Usuário Nicole Dall'accua Lopes 08-05-2021 19:42:38

O trabalho abordou um tema bem atual, além de agregar valor a um resíduo gerado em grandes quantidades. Gostaria de saber com base em que foram feita as escolhas dos parâmetros da adsorção, como o tempo de adsorção de 180 minutos? E como sugestão sugiro adicionar detalhes sobre a caracterização dos materiais utilizados e sobre a avaliação da adsorção, como a cinética.

Foto do Usuário Pietro Serraglio Figueiredo 14-05-2021 13:59:01

O estudo abordou um tema muito interessante, encontrando um meio alternativo de usar esse resíduo como adsorvente agregando valor ao mesmo. Tendo em vista isso, gostaria de saber se é possível recuperar o adsorvente após a realização da adsorção, ou o mesmo é utilizado uma vez só?

Foto do Usuário Luisa Bataglin Avila 14-05-2021 16:39:09

Primeiramente gostaria de parabenizar os autores pela elaboração do trabalho. É de suma importância a realização de pesquisas com este viés, reduzir os impactos ambientais gerados pelo descarte incorreto de resíduos. Nesse sentido gostaria de saber se os autores já pensaram em estudar a aplicação deste adsorvente no tratamento de outros tipos de efluentes (outros medicamentos) tendo em vista que o mesmo apresentou uma elevada eficiência de adsorção dos compostos avaliados.

Foto do Usuário íris Nunes Raupp 15-05-2021 02:39:02

Parabéns pelo trabalho! Tema muito relevante e resultados impressionantes. Gostaria de saber se pretendem explorar os estudos em leito fixo também, tendo em vista que desenvolveram estudos em batelada, se não, minha sugestão seria avaliar a possível aplicação de forma industrial desse material como adsorvente.