artigos
Convibra Conference - Primeiro registro do caracol Bradybaena similaris atacando pomares jovens de pitaya
Primeiro registro do caracol Bradybaena similaris atacando pomares jovens de pitaya

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Entomologia

Acessos neste artigo: 45


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Marcelo Mendes De Haro , Alessandro Borini Lone

ABSTRACT
Os frutos conhecidos como pitaya, ou fruta-do-dragão, pertencem, em sua maioria, ao gênero de cactáceas Hylocereus. Originárias do continente americano, estão distribuídas desde o sul da América do Norte, toda a América Central e Centro Norte da América do Sul, apresentando grande distribuição nos países da Costa Rica, Equador, Peru, Venezuela, Panamá, Uruguai, Brasil, Colômbia e México. Os caracóis se destacam dentre os principais grupos que se aproveitam destas alterações ambientais em cultivos agrícolas. Os moluscos são suscetíveis à desidratação, assim, o microclima oriundo da presença de cobertura de solo viva, e a ausência de inimigos naturais, propiciam o crescimento populacional destes indivíduos em cultivos agrícolas e jardins.
Sendo assim, objetivou-se esclarecer o agente causal dos danos causados na implantação de cultivos de pitaya de Santa Catarina, identificando a espécie e possíveis riscos da presença da mesma. Indivíduos foram coletados em pomares localizados no litoral sul e norte do estado de Santa Catarina. Durante as amostragens foi identificada, pela primeira vez, a espécie de caracol  Bradybaena similaris (Férussac) (Mollusca: Bradybaenidae) atacando plantas. Causa danos principalmente nas brotações dos cladódios, consumindo as camadas mais superficiais da matéria vegetal, impedindo seu crescimento, formando lesões e permitindo a entrada de patógenos que, posteriormente, podem levar a podridões.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Prezados autores, Parabenizo pelo trabalho e contribuição para a área! Deixo também os comentários: - Algumas palavras e pontuações estão unidas, como: ''ano,predominando'', ''cultura.Mundialmente''. - Rever e melhorar o trecho o objetivo ''agente causal dos danos causados''. - Entre as quatro espécies de pitaya estudadas, houve alguma que foi mais atacada pelo caracol? - É possível fornecer uma estimativa de percentual de plantas atacadas por pomar? - A Figura 1B mostra a podridão causada após o ataque do caracol? Ou é a raspagem causada pelo caracol (antes da ocorrência da podridão)? Acho que seria melhor detalhar mais o dano do caracol. - Como se trata de um relato de nova praga para a cultura da pitaya, talvez seja interessante fazer uma consideração final, falando dos desafios e oportunidades para pesquisa com a praga. (Obs. relembrando, são apenas sugestões)

Foto do Usuário Kleber 07-06-2021 12:45:22

Parabéns pelo trabalho. Talvez associar estes resultados com uma análise da paisagem ou uso do solo ao redor do pomar lhe trará entendimentos de ataques de pragas sazonais ou até mesmo flutuações populacionais de outros insetos praga na cultura da Pitaya. Tchau.

Foto do Usuário Ricardo Sant'anna Martins 08-06-2021 19:11:07

Excelente trabalho. A descrição destes indivíduos ajuda muito os técnicos em campo. Já possuem algum método de controle para esta praga?

Foto do Usuário Sabrina Angela Cassol 08-06-2021 19:19:57

Trabalho de grande importância para a produção de pitaia em Santa Catarina.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.