artigos
Convibra Conference - SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO E PREVENÇÃO DA SAÚDE.
SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO E PREVENÇÃO DA SAÚDE.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde e Tecnologia da Informação e Comunicação

Acessos neste artigo: 26


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Francisco Leonardo Linhares Oliveira

ABSTRACT
A globalização trouxe consigo as necessidades de atualizações e uma linha tênue entre os consumidores de conteúdo e os produtores do mesmo. As redes sociais tiveram um papel de suma importância para a propagação de notícias nesse âmbito global, na qual a rede social Facebook deu o primeiro passo rumo a uma nova perspectiva de relacionamento e uma grande prospecção de produzir e replicar notícias no mundo, e a partir de então, a criação desse tipo de conteúdo ficou mais adepto a sociedade uma vez que a internet propõe uma rápida disseminação de conteúdo, principalmente como trabalhado na educação e prevenção dos problemas de saúde pública.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Parabéns pela relevância do tema. Obs.: senti falta de embasamento teórico

Foto do Usuário João Víctor Lira Dourado 09-02-2021 12:50:35

O artigo é relevante para a área de interesse. Este destaca elementos importantes para o momento em que se vivência a pandemia da COVID-19. No entanto, acentua-se que o material não apresenta fundamentações, o que torna-se importante em um próximo trabalho científico os autores apresentar o ''estado da arte'' acrescido do referencial teórico.

Foto do Usuário Marluce Alves Nunes Oliveira 09-02-2021 12:50:35

Temática relevante no que concerne a TIC. Por meio das redes sociais realizam a propagação de notícias utilizando o Facebook para produzir e replicar notícias no mundo. A metodologia utilizada foi adequada e os objetivos do estudos foram alcançados.

Foto do Usuário Jenifer Fernanda Sanches Amador 09-02-2021 12:50:35

O tema é relevante, porém não tive clareza no objetivo e resultados apresentados. Sugiro também, que melhorem o referencial teórico. Sabemos que a população usa a internet para sanar suas dúvidas, pensando nisso quais ações poderiam ser realizadas para que as pessoas pudessem discernir informações verdadeiras das falsas ?

Foto do Usuário Cauê Sousa Cruz E Silva 09-02-2021 12:50:35

O tema é relevante, mas senti falta dos comentários sobre a difusão de informações equivocadas ou falsas sobre a saúde, que seria um problemática que enriqueceria o artigo.

Foto do Usuário Cauê Sousa Cruz E Silva 09-02-2021 12:50:35

O tema é relevante, mas senti falta dos comentários sobre a difusão de informações equivocadas ou falsas sobre a saúde, que seria um problemática que enriqueceria o artigo.

Foto do Usuário Jose Alexandro Acha Gomes 09-02-2021 12:50:35

O artigo esta bem fundamentado, mas penso que quando se faz uma avaliação não observando seu período (''sem restrição temporal'') o autor descarta um fator significativo para as pesquisas.

Foto do Usuário Maklina Dos Santos Almeida 09-02-2021 12:50:35

Considerei bem interessante a demonstração das imagens do instagram @minsaude para mostrar o resultado que confirma a hipótese de que durante a pandemia, o uso da rede social instagram alcançou um público maior interessado na temática da pandemia, ou seja, saúde pública. E com isso, a mídia social tem sido uma ferramenta relevante de educação em saúde na atualidade. Sugestão: Revisar a ortografia de algumas palavras no texto, como ''Redes sócias'' para ''Redes sociais''; ''Redes social'' para ''Redes sociais'', e ''acessa-las'' para ''acessá-las''; e também inserir uma conceituação mais aprofundada com referência bibliográfica acerca da Teoria Empírica de Campo (TEC). Pergunta: As redes sociais foram mais consultadas do que mesmo os documentos oficiais das Secretarias de saúde? Por fim, o trabalho é bem relevante, parabéns!