artigos
Convibra Conference - Covid-19: implantação do Projeto de Teleatendimento nas UBS gerenciadas pela OSS SPDM/PAIS no município de São Paulo
Covid-19: implantação do Projeto de Teleatendimento nas UBS gerenciadas pela OSS SPDM/PAIS no município de São Paulo

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Evidências científicas e relatos de experiência sobre Covid-19

Acessos neste artigo: 28


Certificado de publicação:
Certificado de Lucilene Renó Ferreira

Certificado de participação:
Certificado de Lucilene Renó Ferreira

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Lucilene Renó Ferreira , Agrimeron Cavalcante Da Costa , Sonia Maria De Almeida Figueira , Andreia Ferreira Alves , Mário Silva Monteiro , Cristiane Reimondini

ABSTRACT
O início da pandemia pelo novo Coronavírus, como Emergência de Saúde Pública no mundo e no Brasil,trouxe uma série de desafios sem precedentes na história da Saúde Pública.A revisão das práticas de saúde e a organização de todos os sistemas foram necessárias. Considerando que cerca de 80% dos casos são leves e grande parte dos casos moderados procura a Unidade Básica de Saúde e que a doença causada pelo coronavírus Sars-Cov2 apresenta elevada transmissibilidade,  gran¬de contingente de indivíduos infectados e adoecidos ao mesmo tempo, elevando a letalidade, a característica capilar da assistência prestada pela Atenção Primária à Saúde (APS) no Brasil, apresenta-se como um fator importante para qualificação do cuidado ofertado por esse nível de atenção, na redução da morbidade e mortalidade pelo Covid-19 através de ações de busca ativa e isolamento de contatos, identificação precoce dos sintomas, ações para proteção dos pacientes pertencentes ao grupo de risco e orientações preventivas para redução da disseminação comunitária. Para apoiar em tais objetivos  a OSS SPDM/PAIS implantou o Projeto de Teleatendimento nas UBS inseridas nos Contratos de Gestão no mês de abril de 2020 através da disponibilização de linhas telefônicas 0800 para acesso gratuito dos usuários e de profissionais. Utilizamos os termos Teleconsulta e Telemonitoramento para a interação entre o profissional de nível superior e o paciente, de forma remota, através de tecnologias compatíveis,e o termo Teleorientações para caracterizar a interação de profissionais de diversas categorias e o paciente da mesma forma, com objetivo de esclarecer dúvidas e divulgar informações relacionadas a pandemia e aos serviços de saúde. Foi realizada a divulgação dos canais nos Serviços e junto aos profissionais e comunidade. Até o mês de agosto-2020 foram realizadas 186.239 Teleconsultas e Telemonitoramentos, 190.827 Teleorientações.Além disso, a central de apoio administrativo recebeu e redirecionou 2651 ligações para as UBS de referência dos pacientes. Até o período foram contabilizados 78.335 ligações recebidas e 307.932 ligações realizadas pelas UBSs.Verificou-se o acesso crescente dos usuários ao canal de acesso bem como pelos profissionais que passaram a inserir as ações em sua prática de trabalho.As buscas por sintomas de Covid-19 foram reduzindo ao longo de período e aumentando as demandas relacionadas a busca por outros servços na UBS. A implantação de ações de telemonitoramento influenciaram nas práticas já desenvolvidas pelos profissionais da APS sendo necessária a revisão da atuação exercida até o momento, bem como mudanças de paradigmas em relação ao cuidado em saúde. Considerando a perspectiva de extensão da pandemia e suas repercussões no acompanhamento em saúde, em especial aos pacientes pertencentes ao grupo de risco, além da necessidade imprescindível de retomada das ações de acompanhamento de rotina, rastreamento de doenças, ações de promoção de saúde e prevenção de doenças cabe estimular ações de teleatendimento e telemonitoramento como novos recursos de acompanhamento, que devem vir acompanhados de treinamentos, discussões compartilhadas, monitoramento e inserção de tecnologias de apoio digital.Os avanços adquiridos até aqui e futuros, se configurarão como experiências fundamentais na ampliação e valorização da APS em cenários de pandemia de forma global, dentro da rede de atenção à saúde, com respostas rápidas, eficazes e baseadas em evidências.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Camila Rinco Alves Maia 09-02-2021 12:50:35

Qual a satisfação do usuário (pacientes) participantes do teleatendimento? Sugiro revisão de algumas bibliografias descritas, visto prazo superior há 05 anos.

Foto do Usuário Joice Rodrigues Machado Hahn 09-02-2021 12:50:35

O tema do artigo é atual e bastante interessante para a área da Enfermagem. A leitura do artigo foi leve e de fácil entendimento, porém notei que tem diversos parágrafos sem citação de autores. A bibliografia utilizada foi atual, recorrendo a bastante informações da internet. O método utilizado está de acordo com o objetivo proposto. Os autores estão de parabéns!

Foto do Usuário Luiz Felipe Dos Reis Neves 09-02-2021 12:50:35

O artigo trabalha muito bem a temática, apresentando os dados de forma clara e objetiva, de modo que a leitura permite a absorção dos conteúdos de forma interessante. Gostei muito, principalmente da metologia adotada.

Foto do Usuário Letícia Seara Gama 09-02-2021 12:50:35

Ótimo trabalho! Temática central compatível com a nossa realidade atual, servindo como subsídio para melhorias

Foto do Usuário Antonia Michele Almeida 09-02-2021 12:50:35

Tema do trabalho é relevante no contexto atual e respeita o tema proposto. No geral está bem escrito, respeitando regras de um trabalho cientifico, referencias utilizadas atualizadas e tema pouco abordado no contexto da enfermagem! Parabéns!

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.