artigos
Convibra Conference - O USO DA TECNOLOGIA PARA PROMOÇÃO DE BONS HÁBITOS DE HIGIENE NA PREVENÇÃO CONTRA O NOVO CORONAVÍRUS
O USO DA TECNOLOGIA PARA PROMOÇÃO DE BONS HÁBITOS DE HIGIENE NA PREVENÇÃO CONTRA O NOVO CORONAVÍRUS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde e Tecnologia da Informação e Comunicação

Acessos neste artigo: 28


Certificado de publicação:
Certificado de Naiara Pereira dos Reis Viana
Certificado de Anakarinny Dias Melo Tapajós
Certificado de Daniele Castro Gonçalves
Certificado de Amanda de Assis Maria

Certificado de participação:
Certificado de Naiara Pereira dos Reis Viana

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Naiara Pereira Dos Reis Viana , Daniele Castro Gonçalves , Anakarinny Dias Melo Tapajós , Amanda De Assis Maria , Ciro Francisco Moura De Assis Neto

ABSTRACT
A Covid-19, doença identificada pela primeira vez em Wuhan, China, em dezembro de 2019, propagou-se rapidamente e tornou-se uma pandemia em pouco mais de dois meses. A elevada infectividade do vírus, somada à ausência de imunidade prévia na população humana e à inexistência de vacina, faz com que o crescimento do número de casos seja exponencial, se não forem tomadas medidas para deter sua transmissão. A tecnologia é uma ferramenta muito utilizada para se obter informações e diante do cenário de pandemia e isolamento social, utilizar ferramentas tecnológicas se tornou parte do cotidiano de grande parte das pessoas, sendo praticamente inconcebível imaginar a vida sem elas, ressaltando a importância de aliar promoção de saúde a tais recursos. Por isso, buscou-se utilizar a tecnologia para orientar crianças da Escola Municipal de ensino Infantil e Fundamental Getúlio Vargas a como se prevenir contra a Covid-19. Na tentativa de guiar meninos e meninas pelo caminho da proteção contra esse vírus lançou-se mão do uso de vídeos e imagens com linguagem lúdica e divertida, a fim de fazê-los entender a necessidade de determinados cuidados. O intuito principal consistiu em promover uma maior frequência na lavagem das mãos e no uso correto de máscaras por parte das crianças na faixa etária de 5 a 7 anos. Tal propósito foi alcançado de acordo com a avaliação virtual enviada para os responsáveis. Além disso, os pais, avós e tios foram unanimes tanto na aprovação dessa metodologia quanto na confirmação dos benefícios advindos dos ensinamentos para própria proteção. Assim, trabalhar um dos principais pilares da saúde no país, a prevenção, é promover a não transmissão do vírus no estado do Pará, que foi um dos epicentros de casos do país.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Parabéns tema atual e de muita relevância Sem observação.

Foto do Usuário Raquel Vicentini Oliveira 09-02-2021 12:50:35

O tema é bastante relevante e a iniciativa de unir a tecnologia aos meios de prevenção no atual contexto mundial se faz bastante viável, além de contribuir para a saúde de todos facilita o acesso ao material de ensino.

Foto do Usuário Jenifer Fernanda Sanches Amador 09-02-2021 12:50:35

Parabéns pela realização do trabalho. A educação em saúde se faz de extrema importância no cenário atual, e acho interessante vocês darem continuidade a essa pesquisa com os cuidadores dessas crianças, verificando a literacia em saúde e até a literacia digital em saúde desses adultos. O meu questionamento é qual dos públicos (crianças/pais) necessitam de mais atenção na educação em saúde ?

Foto do Usuário Amanda Fracaro Neves 09-02-2021 12:50:35

O estudo abrange temática de grande relevância no cenário atual da pandemia e utiliza ferramentas tecnológicas ao alcance de parte significativa da população. Trata-se de um tipo de intervenção que tem baixo custo e pode ser facilmente replicada para alcançar a população em maior escala.

Foto do Usuário Priscila Alves Da Silva Xavier 09-02-2021 12:50:35

artigo está claro, objetivo e bem apresentado. O tema é atual, relevante e mostra um aspecto importante na saúde de todos.