artigos
Convibra Conference - ANÁLISE DESCRITIVA: Estudo da Produtividade Acadêmica em Discentes do Curso de Psicologia da Universidade de Pernambuco – Campus Garanhuns.
ANÁLISE DESCRITIVA: Estudo da Produtividade Acadêmica em Discentes do Curso de Psicologia da Universidade de Pernambuco – Campus Garanhuns.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Acessos neste artigo: 29


Certificado de publicação:
Certificado de Luana Araújo Floriano

Certificado de participação:
Certificado de Luana Araújo Floriano

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Mayra Paola Ramos Vieira , Luana Araújo Floriano , Rafaela Nascimento Silva , Ana Letícia Cordeiro De Melo , Dâmocles Aurelio Nascimento Da Silva Alves

ABSTRACT
A produtividade pode manifestar-se em diversas vertentes, como a artística, financeira e acadêmica; sendo essa última, o enfoque deste projeto. Em um curso de graduação, os discentes têm a oportunidade de atuar em projetos ligados à inovação científica e tecnológica, e, consequentemente, econômica, sendo esse tipo de atividade, um produto de investimento que requer um retorno, sendo este, na maioria das vezes, carregado de cobranças e expectativas a serem supridos. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo apresentar e discutir, com base na análise quantitativa, dados acerca da relação de estudantes veteranos do curso de Psicologia da Universidade de Pernambuco – Campus Garanhuns no que se refere à produtividade acadêmica, considerando fatores internos e externos à vivência universitária. Para tanto, nos apropriamos do uso da estatística descritiva, trazendo uma compreensão das informações obtidas por meio da aplicação de questionários compostos por 15 perguntas de ordem quantitativa e qualitativa. Diante disso, observou-se que os estudantes de Psicologia da UPE - Garanhuns, em parte (52%), estão satisfeitos com sua vida acadêmica; além disso, sobre o quanto a busca pela produtividade interfere nas relações interpessoais, os dados apresentaram um grande número de concordância com a colocação -  24, 36 e 26 (%), nas escalas de 3, 4 e 5, respectivamente; a variável dos “universitários viajantes” representou 76% da amostra, o que significa inferir que essa circunstância implica na produtividade; já a respeito das ações da universidade, constatou-se 25, 17 e 11 (%) na necessidade de realizações de espaços de cuidado, de convivência e de atividades de lazer, nesta ordem. A partir dos resultados obtidos, pôde-se concluir que os participantes se consideram, dentro das suas possibilidades e limitações, produtivos, todavia, a produtividade acadêmica demonstrou-se declinante ao longo do curso e decorrente de fatores como: sociedade capitalista, exigências do mercado de trabalho, por cobrança própria, entre outros. Ainda é fundamental considerar que nem todos os indivíduos são produtivos nas mesmas áreas que são impostas, podendo tornar o processo produtivo adoecedor.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

O trabalho é bem pertinente,pois nos dias atrás a criatividade faz parte do âmbito acadêmico e pode sofrer alterações vaso haja influência social e pessoal.

Foto do Usuário Nicoly Tavares De Oliveira 09-02-2021 12:50:35

O tema foi bem pensando tendo em ponto de vista o atual momento que passamos mas deveriam ter colocado mais referências e possui 17 páginas onde se enquadra em artigo.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.