artigos
Convibra Conference - Mortalidade perinatal reduzível por adequada atenção à mulher no parto na Planície Litorânea do Piauí
Mortalidade perinatal reduzível por adequada atenção à mulher no parto na Planície Litorânea do Piauí

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde da Mulher

Acessos neste artigo: 30


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Gabriele Mesquita Da Silva , Adriane Saraiva Nunes

ABSTRACT
Dentre os elementos que impactam a Mortalidade Infantil destacam-se as mortes ocorridas durante o período perinatal, o qual se inicia em 22 semanas completas de gestação (período fetal) e termina aos 7 dias completos após o nascimento, ou seja, de 0 a 6 dias de vida (período neonatal precoce). Esse indicador sofre influência, dentre outros fatores da assistência prestada durante o parto e nascimento. . O objetivo deste artigo é descrever a prevalência de mortes perinatais evitáveis por adequada atenção ao parto em municípios da Planície Litorânea do Piauí. Trata-se de um estudo retrospectivo, descritivo, com abordagem de análise quantitativa, sendo parte do trabalho de conclusão de curso intitulado “Perfil da Mortalidade Perinatal em Municípios da Planície Litorânea do Piauí”. O território alvo do estudo é a 1ª Região de Saúde do Piauí, denominada Planície Litorânea, localizada  no extremo norte do Estado. A amostra foi constituída por declarações de óbito e fichas de investigação de óbito infantil e de óbito fetal de crianças cujas mães residiam na Planície Litorânea - PI, e que tiveram óbitos confirmados no período fetal ou no período neonatal precoce, entre janeiro de 2013 a dezembro de 2017. Os óbitos por causas evitáveis representaram 79% dos óbitos, com maior percentual de óbitos por causas mal-definidas (12%) que por causas não evitáveis (9%). As causas de morte evitáveis concentraram-se nas causas de morte reduzíveis por adequada atenção à mulher no parto, correspondendo a 49,18%. Os agravos mais frequentemente relatados foram a Hipóxia Intrauterina não especificada, responsável por 75 óbitos, e Feto e recém-nascido afetados por Descolamento de Placenta e Hemorragia, com 36 óbitos. Ressalta-se, portanto, a necessidade de maior vigilância quanto ao parto e nascimento, com a implementação de partos humanizados e uma assistência hospitalar segura, garantindo a educação permanente dos profissionais envolvidos nesse processo, além do acesso das parturientes ao serviço em tempo oportuno e o incentivo ao parto vaginal, sem contudo, esquecer-se das reais indicações de parto cesariano.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ingred Lorrany De Araújo 09-02-2021 12:50:35

Artigo com ótima escrita e riqueza de informações que contextualizam de modo prático o leitor, além disso as autoras apresentam um tema ainda muito recorrente em todo o território nacional.

Foto do Usuário Patrícia Ribeiro Mattar Damiance 09-02-2021 12:50:35

Prezadas autoras Boa tarde! A proposta do estudo e os resultados apresentados são de grande valia para a organização e re-organização do cuidado na saúde materno-infantil, no estado do Piauí e no Brasil. Acredito que seja necessário uma adequação da apresentação do estudo no modelo proposto pela equipe do evento, pois o resumo expandido poderia ter até cinco páginas. Cabe também um re-olhar sobre a escrita acadêmica e elaboração das referências bibliográficas. Para finalizar, gostaria de expor que também acredito na colocação: ''[...] necessidade de maior vigilância quanto ao parto e nascimento, com a implementação de partos humanizados e uma assistência hospitalar segura, garantindo a educação permanente dos profissionais envolvidos nesse processo, além do acesso das parturientes ao serviço em tempo oportuno e o incentivo ao parto vaginal, sem contudo, esquecer-se das reais indicações de parto cesariano''. Parabéns! Patrícia Damiance

Foto do Usuário Aurélio Matos Andrade 09-02-2021 12:50:35

As informações foram apresentadas de forma consistentes e direcionada ao objeto de estudo.

O resumo está muito bom eu recomendo aceitar para publicação.

Foto do Usuário Fernanda Barbosa Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Texto bem escrito, objetivo claro e resultados apresentados contemplando o objetivo proposto. A temática é de relevância para que se possa avaliar possíveis entraves na assistência à mulher durante o período gravídico puerperal que estão contribuindo para ocorrência dos óbitos fetais e neonatais além de incentivar melhorias para que possamos reduzir esse número de óbitos .

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.