artigos
Convibra Conference - A VIVÊNCIA EXTRAMUROS COMO FERRAMENTA PARA PROBLEMATIZAÇÃO DA REALIDADE
A VIVÊNCIA EXTRAMUROS COMO FERRAMENTA PARA PROBLEMATIZAÇÃO DA REALIDADE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Acessos neste artigo: 23


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Maxsuel Mendonça Dos Santos , Jayara Mikarla De Lira , Clara Caroline Dos Santos Silva , Jocellem Alves De Medeiros , José Jailson De Almeida Júnior , Flávia Rayonara Santana Da Silva

ABSTRACT
A formação dos profissionais de saúde é debatida desde a Reforma Sanitária, pois o modelo biomédico, centrado na doença, já não era suficiente para responder aos problemas de saúde da maneira mais equânime, integral e universal, levando a um processo de transformação nos processos formativos. Tendo em vista esse processo de mudanças e em como a vivência extramuros tem uma influência positiva para enriquecer a formação, esse trabalho tem por objetivo analisar a vivência no aprendizado extramuros por acadêmicos da saúde na problematização da realidade no município de Santa Cruz/RN. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa do tipo exploratório-descritivo a partir de levantamento de dados (grupos focais) realizado no município de Santa Cruz, interior do Rio Grande do Norte. Foram realizados 4 grupos focais entre os meses de maio e junho de 2016, composto por aproximadamente 6 discentes cada. O material obtido foi submetido à técnica de análise de conteúdo com auxílio do software IRAMUTEQ. Essa vivência dos acadêmicos da saúde no território vivo, permite conhecer a realidade social, econômica e ambiental, de modo a aprender sobre o que vão cuidar fora do ambiente universitário. Com base nos discursos reflexivos aqui levantados pelos discentes que experimentam a vivência extramuros, nota-se que a ida para a comunidade e os serviços de saúde, desperta alunos com pensamentos críticos-reflexivos que amplia sua responsabilidade com o outro, consigo mesmo e com a sociedade.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ana Paula Paiva 09-02-2021 12:50:35

O presente trabalho merece ser aprovado visto que sua estrutura, conteúdo e escrita foram muito bem articulados. O uso das metodologias ativas de aprendizagem foi a proposta pedagógica utilizada para retratar a importância da vivência extramuros. A problematização da realidade é realizada por meio uma abordagem qualitativa pelos autores. O tema é importante, pois aborda como vem ocorrendo o processo de transformação curricular nos cursos da área da saúde, objetivando uma formação baseada na compressão do processo saúde-doença, em um contexto biopsicossocial. Nas considerações finais, os autores relatam os aspectos positivos da vivência extramuros a partir da integração ensino-serviço-comunidade, que é capaz de desenvolver um olhar crítico-reflexivo dos acadêmicos. Essa abordagem pode estimular o emprego dessa prática em outras instituições, sendo de grande relevância uma vez que tanto a comunidade quanto os estudantes, podem desfrutar de seus benefícios. Como complemento, é sugerido que fossem citados alguns exemplos das atividades desenvolvidas, tornando clara a ideia do trabalho realizado pelos alunos e profissionais. Pergunta: Quais são as maiores dificuldades e desafios encontrados na realização da atividade?

O trabalho apresenta uma temática atual e extremamente relevante; exibe os benefícios da integração entre as ações de ensino e extensionistas que, junto com a pesquisa, formam o tripé das instituições de ensino superior. O relato de experiências apresentado, fruto da disciplina Saúde e Cidadania (SACI) corrobora o quão importante a vivência extramuros para a formação profissional na área de saúde, promovendo ao discente a possibilidade de tornar-se cidadão crítico-reflexivo, para além do conhecimento técnico adquirido nos ambientes profissionais. A leitura do artigo tem boa fluência e apresenta os elementos essenciais que aliam teoria e prática, inclusive à submissão ao Comitê de Ética em Pesquisa. Tratando-se de uma experiência ocorrida em 2016, fica a indagação da continuidade da metodologia na referida disciplina ou adesão por outras nos cursos pesquisados.

Foto do Usuário Luiz Eduardo Oliveira Matos 09-02-2021 12:50:35

Ótimo trabalho, parabéns pela construção!!!! A Integração Ensino-Serviço-Comunidade e as Metodologias Ativas de Ensino Aprendizagem, realmente, são um caminho estratégico e importante para uma formação em saúde mais adequada, crítica, reflexiva e humana... Adorei o trabalho, mas particularmente senti falta de uma contextualização maior sobre o módulo da disciplina SACI, e sobre as metodologias utilizadas dentro do módulo. Existem/foram utilizadas outras estratégias ou metodologias além da Problematização? Quais as principais intervenções realizadas? Quais as principais dificuldades encontradas? Existe uma continuidade dessas intervenções/da inserção acadêmica extramuros?

Foto do Usuário Danielle Monteiro Vilela 09-02-2021 12:50:35

Bom trabalho, metodologia e objetivos claros. Resultado bem escrito e conciso.