artigos
Convibra Conference - OFICINAS DE SAÚDE: ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA FORTALECER A ABORDAGEM DOS CUIDADOS PALIATIVOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA
OFICINAS DE SAÚDE: ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA FORTALECER A ABORDAGEM DOS CUIDADOS PALIATIVOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Acessos neste artigo: 80


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Renato Barreto Almeida , Viviane Gonçalves Barroso , Cinara Silveira Souza , Alexandre Viana Barros De Andrade , Filomena Magda Fernandes Foureaux , Weleisson Pereira , Paulo Henrique Reis Pereira , Luciana Marques Da Silva , Raquel Da Silva Ramalho Khouri

ABSTRACT
Os   cuidados   paliativos   (CP)   devem   ser   realizados   por   meio   de   atendimentoespecializado interdisciplinar voltado para a melhoria ou manutenção da qualidade de vida dopaciente e da família, desde o momento do diagnóstico de doenças incuráveis até a suaterminalidade. A perspectiva de incluir os CP, o mais precocemente possível, na assistênciarealizada, mobilizou a Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (CASSI-MG) a difundir a realização de CP nos serviços próprios, organizados pela Estratégia deSaúde da Família (ESF), no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS). Para oferecer o apoiotempestivo   e   necessário   ao   paciente   e   seus   familiares,   os   profissionais   precisam   estarhabilitados para integrar e abordar os aspectos psicológicos, sociais e espirituais ao aspectoclínico de cuidado do paciente. Movidos, então, pelo desafio de instrumentalizar as equipes desaúde   dos   serviços   próprios  da   CASSI-MG,  para   a  realização   de  CP,   foi   desenvolvidaestratégia de Educação Permanente (EP) para fortalecer a abordagem. Essa experiência écompartilhada   por  meio  deste  trabalho,  a  fim  de promover   o  incentivo  para   que  outrosprofissionais possam realizar os CP junto às suas populações assistidas.  A capacidade depensar e refletir, coletivamente, nas oficinas, sobre as experiências no cotidiano do trabalho,importante ato formativo, favoreceu o compartilhamento e a criação de novos conhecimentos,estimulando os profissionais a pensar maneiras diferentes para a abordagem dos pacientes emCP, fortalecendo a atuação profissional para oferecer apoio e auxiliar o paciente e a família alidar com a doença e a terminalidade da vida. Esperamos que o trabalho seja semente capaz defazer emergirem muitas discussões sobre CP

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Excelente artigo. Existe proposta de expandir o estudo para um levantamento do impacto no cuidado ao paciente após as intervenções feitas nas oficinas?

Foto do Usuário Milena Pereira Saraiva 09-02-2021 09:50:35

Fiquei sensibilizada em ler o artigo. Muito bem escrito e detalhado em seus pormenores, suscitando aos leitores esclarecimentos e a ''vontade'' de querer participar das discussões. Percurso pedagógico muito bem traçado.

Foto do Usuário Andreza Gonçalves Vieira Amaro 09-02-2021 09:50:35

É interessante ver como as oficinas de saúde impactam positivamente no aprendizado. Seria interessante incluir idéias práticas como p opostas de aplicação e estudo, nos resultados.

Foto do Usuário Arghia Gigli De Souza 09-02-2021 09:50:35

Quero parabeniza-los por tratar de uma temática atual que ainda carece de mais trabalhos científicos e reconhecimento. De fato realizar uma oficina sobre CP é algo que demanda não somente conhecimento mas sensibilização. Sugestões: organização do texto nas normas ABNT.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.