artigos
Convibra Conference - OS ACIDENTES DE TRAJETO NA ESFERA DO DIREITO DO TRABALHO
OS ACIDENTES DE TRAJETO NA ESFERA DO DIREITO DO TRABALHO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Indicadores Sociais de saúde

Acessos neste artigo: 26


Certificado de publicação:
Certificado de ANA KARINA VASCONCELOS ALVES

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Ana Karina Vasconcelos Alves , Marcos Antonio Alves Da Silva

ABSTRACT
É uma realidade crescente que a cada dia, no mundo, morrem cerca de 16 mil pessoas vítimas de causas externas, representando 12% da carga de morbidade mundial, sendo considerada a terceira causa mais importante de mortalidade geral e a primeira causa nas quatro primeiras décadas de vida(OMS, 2009). 
Os acidentes de trânsito, nas Américas do Norte e Sul, são os principais responsáveis por lesões não intencionais decorrentes de causas externas, apresentando uma alta mortalidade estimada em 20,8/100.000 hab (OPAS, 2007). É inegável que os acidentes de trânsito constitui um grave problema nos diversos países do mundo, determinando um importante impacto na saúde das populações. A comparação com outros países mostra que as taxas brasileiras são muito altas - terceiro lugar para os homicídios e quinto lugar para os acidentes de trânsito (São Paulo, 2006).Tratou-se de um estudo de abordagem quantitativa, de caráter exploratório, retrospectivo e de cunho documental. Nesse tipo de abordagem, os pesquisadores buscam identificar os elementos constituintes do objeto estudado, estabelecendo a estrutura e a evolução das relações entre os elementos. Seus dados são métricos (medidas, comparação/padrão/metro) e as abordagens são: experimental, hipotético-dedutiva e verificatória. Eles têm como base as metateorias formalizantes e descritivas.  Tem como vantagens a automaticidade e precisão, sendo limitados pela determinação prévia de resultados (LEOPARDI, 2002).Em Sobral, encontramos que as pessoas entre 20 e 50 anos, são as que mais sofrem acidentes de trajeto nesta cidade foram de 74,99% (96), é uma idade jovem, que se utiliza do sistema público de saúde e de seguridade social. Um real problema de saúde pública e preocupação para o sistema de seguridade social, pois estes muitas vezes ficam sem trabalhar por meses e até anos, sendo ainda por vezes aposentados por invalidez entre outros.As pessoas do gênero masculino participaram com 82,81% (106) e as pessoas do gênero feminino 17,18% (22), sinalizando claramente o já encontrado em vários estudos (Silva, 2013), Santos(2008), que os homens são os que mais se envolvem em acidentes de trânsito, e isso é claro, repercute também em acidentes de trajeto.		Esse trabalho tem grande importância para despertar nos gestores públicos a questão dos acidentes de percursos em nossa cidade, enfatizando a questão da prevenção como forma primária de reduzir custos relacionados a licenças e pensões pelo INSS, onerando os cofres públicos. É muito importante a presença fundamental das empresas/empregadores no processo de conscientização e organização por meio da prevenção dos acidentes de trajeto, tão prejudiciais a produção da empresa, a família do acidentado, ao serviço de saúde.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Raquel Rivera Carvajal 09-02-2021 12:50:35

Comentario: El titulo del articulo muy interesante, se tendría la expectativa de identificar como afecta al trabajo, pero ya ver los resultados son muy descriptivos de los accidentes ocurridos en 2013-2014, de otra parte se trata de información un poco antigua, ya lleva mas de 6 años. Pregunta: teniendo acceso a la base de SINAN podrían tener datos mas actuales e identificar otras variables relevantes como ingesta de alcohol, cumplimiento de normas de transito, entre otras?

Trabalho bem elaborado, apresentando os requisitos exigidos pelo evento. Tem uma contribuição de resultados relevantes, especialmente para cidade de Sobral.