artigos
Convibra Conference - O COMBATE À INFODEMIA E A EDUCAÇÃO EM SAÚDE: O USO DO TELEATENDIMENTO COMO FERRAMENTA PARA O ENFRENTAMENTO DA COVID-19
O COMBATE À INFODEMIA E A EDUCAÇÃO EM SAÚDE: O USO DO TELEATENDIMENTO COMO FERRAMENTA PARA O ENFRENTAMENTO DA COVID-19

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Evidências científicas e relatos de experiência sobre Covid-19

Acessos neste artigo: 26


Certificado de publicação:
Certificado de Alessandra Aniceto Ferreira de Figueirêdo

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Alessandra Aniceto Ferreira De Figueirêdo , Aline Vilhena Lisboa , Fernanda Pereira De Paula Freitas , Gustavo Dantas De Faria Cardoso , Hercules Rigoni Bossato , Julio Cesar Silveira Gomes Pinto , Luisa Arueira Chaves , Mariana Nogueira Rangel Pande , Rafael Oliveira Pitta Lopes , Ueslei Solaterrar Da Silva Carneiro , Celestino José Mendes Galvão Neto

ABSTRACT
Nos últimos meses, temos observado o alastramento da COVID-19, uma doença respiratória aguda causada pelo Novo Coronavírus, SARS-Cov 2. Até o presente momento, o Brasil se encontra no nível de transmissão comunitária da doença, apresentando o segundo maior número de casos global. Nesse contexto, descrevemos a experiência de um trabalho de extensão universitária, que tem como objetivo realizar informação em saúde sobre a COVID-19 para a população, partindo do pressuposto que é fundamental interromper o ciclo perigoso de infodemia, que, paradoxalmente, acelera e perpetua a desinformação sobre essa doença. A proposta do projeto de extensão surgiu como ferramenta de realização de ações de comunicação coletiva à distância com os estudantes de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), campus Macaé-RJ, visando manter vínculo e apoio a eles durante a pandemia. Observando as demandas relatadas pelos estudantes de contribuir para o enfrentamento da COVID-19, mas também entendendo que a produção de informação adequada sobre essa doença passava pelo contato com a população, construímos uma Central de Teleatendimento para informações sobre COVID-19 para a população de Macaé-RJ, que passou a incluir 33 estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem da UFRJ/Macaé, sendo esses supervisionados por 11 professores de Enfermagem, Farmácia e Medicina dessa instituição. Nos primeiros dias de funcionamento, observamos uma baixa procura desse serviço, o que pode ter sido ocasionada pela forma de divulgação do mesmo e/ou por questões de não gratuidade da chamada; a fim de sanar esse entrave, buscamos a expansão da abrangência tanto geográfica, quanto dos veículos de divulgação, tais como rádio, plataforma Youtube, e redes sociais (Facebook e Whatsapp). Além disso, foi construída a possibilidade de pessoas de Macaé-RJ, mas também de várias partes do país, ligarem para o número de teleatendimento sem custo. Como resultado deste processo, houve um aumento de ligações para a Central, ademais, também estamos iniciando a abertura do Instagram do projeto, denominado Diskcovid19, que, assim como a Central de Teleatendimento, trará informações gerais sobre a COVID-19 para população, sendo ampliados outros espaços de divulgação, igualmente potentes e necessários neste período de pandemia e pós-pandemia.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Rodrigo Sena De Oliveira 09-02-2021 12:50:35

Texto muito bem embasado, mas senti falta da metodologia, não foi falado muito sobre...

Foto do Usuário Emilly Lorrane Domingos Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Artigo muito bem escrito e Revisão de Literatura muito bem aplicada. Só senti falta do resumo, os demais itens foram muito satisfatórios.

Foto do Usuário Rúbia Knobeloch Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Tema relevante que apresenta um problema atual, que interfere diretamente nas ações de educação ao combate ao Coronavírus.

Foto do Usuário Larissa Rosa Passos 09-02-2021 12:50:35

Texto bem estruturado no entanto carece de mais atenção aos métodos e objetivos. Tema bastante relevante.

Foto do Usuário André Ribeiro Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Todo estudo que envolve seres humanos deve obrigatoriamente passar por uma autorização do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos, independente da quantidade e do tipo de intervenção realizada nesta pesquisa. Dúvidas? acesse: https://plataformabrasil.saude.gov.br/login.jsf