artigos
Convibra Conference - PADRÕES DE SEGURANÇA UTILIZADOS PARA EVITAR INFECÇÃO HOSPITALAR A PARTIR DO USO DO BRINQUEDO TERAPÊUTICO
PADRÕES DE SEGURANÇA UTILIZADOS PARA EVITAR INFECÇÃO HOSPITALAR A PARTIR DO USO DO BRINQUEDO TERAPÊUTICO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde e Tecnologia da Informação e Comunicação

Acessos neste artigo: 20


Certificado de publicação:
Certificado de Ana Paula Franco Pacheco
Certificado de Mayara Alves De Oliveira

Certificado de participação:
Certificado de Mayara Alves De Oliveira

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Ana Paula Franco Pacheco , Mayara Alves De Oliveira

ABSTRACT
RESUMO: Introdução: O contexto da hospitalização proporciona mudanças significativas
no cotidiano da criança, e com isso, se faz necessária a utilização de técnicas que contribuam
para um cuidado que atenda suas necessidades. Para isso o profissional de enfermagem pode
incorporar o uso do Brinquedo Terapêutico por meio da Sistematização da Assistência de
Enfermagem. Objetivo: descrever os padrões de segurança utilizados para evitar infecção
relacionada à assistência à saúde por meio do brinquedo terapêutico. Método: a elaboração
deste trabalho foi realizada através de uma revisão bibliográfica narrativa e quanto à amostra
foram selecionados artigos a partir do tema de interesse, por meio de leitura criteriosa.
Buscou-se selecionar artigos e literaturas relevantes, que permeiam a questão do estudo em se
tratando do brincar terapêutico e suas implicações, tendo em vista os riscos acerca das
infecções relacionadas à assistência à saúde. Resultados: os brinquedos terapêuticos devem
ser criteriosamente selecionados considerando o risco de transmissão cruzada, o tipo de
material e sua possibilidade de limpeza e desinfecção. Discussão: estudos mostram que
microrganismos do gênero Staphylococcus estavam presentes em brinquedos terapêuticos que
foram analisados após a manipulação pela criança. Isso enfatiza a necessidade de se manter o
cuidado assistencial relacionado aos mesmos de forma segura e criteriosa. Conclusão: o
brinquedo deve ser selecionado de forma a permitir um processo de higienização básica, que
se dá a partir da limpeza com água e sabão e possam ser desinfetados com álcool a 70%,
fazendo parte da rotina de limpeza que é realizada dentro do hospital, incluindo
principalmente a lavagem das mãos.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Mayara Alves De Oliveira 09-02-2021 12:50:35

Trabalho atualizado e muito relevante, principalmente diante das novas perspectivas de cuidado em meio à pandemia.

Foto do Usuário Fernanda Shelda De Andrade Melo 09-02-2021 12:50:35

O tema é bem válido, mas senti falta de uma abordagem multidisciplinar. Uma vez que o tema está na intersecção da saúde com as tecnologias da informação, vejo a necessidade de abordar mais o segundo ponto. Sugiro a leitura de um estudo classificado como gamificação, acredito que poderia ajudar muito na literatura utilizada. Também sugiro atenção à ortografia.

Foto do Usuário Danielle Pletes Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Gostei muito do trabalho! Tenho muito carinho pela área da pediatria e por estudos sobre o brincar terapêutico. Os autores souberam muito bem como demonstrar a importância e a necessidade que este tema tem relacionado com as infecções hospitalares. Achei interessante que eles trouxeram maneiras de como, quando e com que frequência os brinquedos devem ser desinfectados. Muito bom!!

Foto do Usuário ítala Alencar Braga 09-02-2021 12:50:35

Apesar de ser uma revisão bibliográfica narrativa é interessante apresentar a quantidade de estudos levantados e incluídos na pesquisa.

Foto do Usuário Geize Kelly 09-02-2021 12:50:35

Trabalho atualizado e muito relevante, principalmente diante das novas perspectivas de cuidado em meio à pandemia.

Foto do Usuário Anakarinny Dias Melo Tapajós 09-02-2021 12:50:35

O trabalho possui uma temática muito boa e relevante e diante do cenário pandêmico que vivemos atualmente, é muito interessante tomar posse de tais informações sobre desinfecção de brinquedos no ambiente hospitalar.

O artigo aborda uma vertente excelente no contexto hospitalar, a revisão narrativa foi bem construída, porém senti falta de algumas informações: como período de análise de dados, quantidade de artigos analisados e descritores utilizados.

Foto do Usuário Tânia Correa Oliveira 09-02-2021 12:50:35

Temática de suma importância para a pediatria em conjunto com a sistematização da assistência de enfermagem.